A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

15/03/2011 22:40

Professor acusado de pedofilia diz ser vítima de calúnia

Paulo Fernandes
Delegada Francieli Candoti investiga caso de pedofilia (foto (Osvaldo Duarte/Dourados News)Delegada Francieli Candoti investiga caso de pedofilia (foto (Osvaldo Duarte/Dourados News)

Acusado de pedofilia, o professor de Geografia André Luiz de Oliveira, de 36 anos, se apresentou à Polícia Civil, nesta terça-feira, segundo o site Dourados News.

O professor, que dá aulas em duas escolas particulares em uma da rede estadual e em um cursinho de uma universidade pública, disse que é inocente e que vai provar na Justiça que está sendo vítima de calúnia.

Oliveira prestou depoimento à delegada Francieli Candoti e foi liberado. Ele responderá ao processo em liberdade.

Na casa dele, foram apreendidos um computador e um pen drive com imagens pornográficas de adolescentes.

Vítimas de professor pedófilo são ouvidas na Delegacia da Mulher em Dourados
O professor está foragido desde ontem Hoje pela manhã, a delegada da Delegacia de Atendimento a Mulher, Franciele Candotti, ouviu duas meninas apon...
Delegacia da Mulher investiga denúncia contra professor de Dourados
Ele é suspeito de filmar e fotografar a enteada e alunas nuasA Delegacia da Mulher está responsável pela investigação sobre a denúncia de que um pro...
Em Dourados, professor é investigado por tirar fotos de enteada e alunas nuas
Esposa do acusado registrou ocorrência na delegaciaUm professor de 36 anos foi denunciado pela esposa por filmar e fotografar a enteada e alunas nua...
Dois acusados de pedofilia devem ser julgados em breve, diz promotor
Dois casos envolvendo acusação de pedofilia em Campo Grande devem ser julgados nos próximos dois meses, disse hoje ao Campo Grande News o promotor da...



Nossa não acredito que o André fez isso pois achei que ele nunca seria capaz de fazer isso pois ele já foi meu professor e sempre foi otimo com os alunos mas pra mim ele dever ser prezo msm
 
Tatielle Santos De Souza em 22/03/2011 02:15:49
porque ele fez isso?!!que professor!nossa tem q ser preso!!!!!!!!!!!!!!!!!!
 
Maria Fernanda em 17/03/2011 10:34:15
Não devemos sair apedrejando ninguém por ter sido acusado, a justiça é que deve julgar e se o caso condenar. Digo isso porque a mídia já condenou muitos inocentes, e a tendencia nestes casos com sexo e crianças é a população realmente agir com os sentimentos. Por mais que nos revolte é melhor que a justiça resolva isto. Só devemos cuidar mais de nossos crianças, cade os pais destas? deviam sem indiciados também por negligencia e omissão.
 
GILBERTO BERNARDO AGUIAR em 16/03/2011 12:05:56
Cara silvia regina, não são os policiais quem fazem o estardalhaço por ti apregoado e sim a imprensa, mas para que você adquira um poco mais de conhecimento, vos esclareço que desde 2005 para ingressar em quaiquer dos cargos da polícia civil necessário se faz a graduação em curso superior, então não é por falta de educação (formal) a opção, talvez seja por questões salariais, pois o sálario, ainda que injustamente, é maior do que o dos professores. Já com relação ao fato investigado contra este "professor" dever-se-a aplicar a lei no seu mais alto rigor, já que se trata de pessoa esclarecida e que tem por obrigação educar e não se aproveita de sua formação para se travestir de "lobo".
 
alexandre amaral evangelista em 16/03/2011 11:08:21
Reitero o comentário anterior, esse professor, é maios um criminoso como outro qualquer, o qual deve ser julgado como tantos outros criminosos. Segundo a matéria pouco, foi escrito acerca do assunto. Se exercia suas práticas libidinosas na escola ou não. Mas, esse é o retrato de uma sociedade manipulada por conceitos tão liberais, o não conhecimento de limites, tanto por pais quanto filhos, os quais ficam sentados diante da televisão assistindo tantas porcarias que fazem mal ao espírito, a família e a sociedade como um todo. É a lei da permissividade...
 
silvia regina de oliveira paz em 16/03/2011 09:26:42
engraçado, quando se trata de um professor que se envolve com a justiça, delegados, policiais e afins fazem questão de fazer o maior barulho e aparecerem nos jornais. o que essas pessoas ou autoridades não entendem, é que na escala social somos todos funcionários públicos , servidores do governo estadual e que não depende única e exclusivamente do professor para que tenham salários aumentados pela PEC 300. Haja vista que, grande parte de sua categoria só exercem o ofício por falta de escolaridade. Entre outras palavras nao somos inimigos, acontece que educação nem sempre anda de braços dados com a "lei".
 
silvia regina de oliveira paz em 16/03/2011 09:17:08
Foi apreendido na casa dele um computador e um pen drive com imagens pornográficas de adolescentes. E ele vai responder em liberdade? Que justiça é essa?
 
Gisele Guerra Grance em 16/03/2011 03:02:07
faço minhas as palavras de Silvia Regina, pois a midia ou melhor a emprensa em geral nos empurra goela abaixo cenas, fatos atitudes e outras "porcarias" todos os dias, e querem a todo custo q aceitamos como normal para a sociedade, não estou defendo esse profissional da educação, se comprovado que ele deve, tem que pagar. Mas então o que vemos na televisão à "rolé" é para essa sociedade mediocra normal, póis axo que é tão incentivador ao crime,à pornogrfia, é tão sujo quanto qualquer fato que envolva crime sexual para sociedad e acaba por apodrecer os conceitos que temos e aprendemos de familia.
 
wilson costa em 16/03/2011 02:52:17
Concordo com as palavras do Alexandre, e digo mais, com tantas evidencias fico admirada por ver que o individuo ainda esta em liberdade. Se nas fotos estivesse uma das filhas de alguem mais ilustre ele ja teria tido o castigo merecido.
 
arima dos santos pereira em 16/03/2011 02:43:49
Não tenham dúvida que se houvesse investigações mais profundas faltariam celas para médicos que abusam de pacientes, professores que seduzem e abusam de crianças e adolscentes indefesos. Há muito mais bandidos não identificados como esse de Dourados. Felizmente, a sociedade esta alerta. Faço aqui um apelo a todos: orientem suas esposas e filhos a gravarem com o celular essas ações criminosas.
Campo Grande/MS
 
Paulo Stawus Neto em 16/03/2011 02:21:58
Concordo plenamente coma Silvia Regina, os professores são massacrados, diferente dos policiais, que vivem fazendo coisa errada e acha que é o dono do mundo, sem cultura alguma.
 
eduardo cristiano em 16/03/2011 01:29:03
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions