A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

21/05/2015 12:18

Professor traz experiência finlandesa para reforçar educação pública

Helio de Freitas, de Dourados

Integrante do programa “Professores Para o Futuro”, do Ministério da Educação, Rodrigo Duran, docente do IFMS (Instituto Federal de Mato Grosso do Sul), apresentou a experiência da Finlândia, um dos países mais reconhecidos do mundo em educação, aos diretores da rede municipal de ensino de Nova Andradina, cidade a 400 km de Campo Grande.

Veja Mais
TRT faz sessão itinerante para julgar 30 processos trabalhistas
Prefeito e governador debatem incentivos para industrialização

Junto com outros educadores sul-mato-grossenses, Rodrigo Duran participou de um curso de capacitação em universidades de ciências aplicadas da Finlândia. Com carga de 800 horas, o programa teve conteúdos de aprendizagem baseados na internet e pesquisa aplicada em tecnologia e aprendizagem. O intercâmbio foi feito em três universidades filandesas.

“A nossa rede de ensino tem avançado muito e os índices e prêmios conferidos a Nova Andradina por esse desenvolvimento ratificam o compromisso e o apoio que o prefeito Roberto Hashioka tem destinado para a educação. A partir desse intercâmbio esperamos expandir nossos horizontes”, afirmou a secretária de Educação Nair Russo.

Segundo ela, a palestra de Rodrigo Duran teve como objetivo mostrar os motivos que levaram a educação da Finlândia a ser uma das mais reconhecidas do mundo. A oficina foi realizada no Cemid (Centro Municipal de Inclusão Digital) e reuniu diretores das escolas municipais e dos centros de educação infantil.

“Foi um momento propício para analisar os rumos da nossa educação e os caminhos que temos percorrido para oferecer cada vez mais um ensino de excelência”, avaliou a secretária.

O professor Rodrigo Duran, do IFMS, durante palestra a educadores de Nova Andradina (Foto: Thiago Odeque/Divulgação)O professor Rodrigo Duran, do IFMS, durante palestra a educadores de Nova Andradina (Foto: Thiago Odeque/Divulgação)
TRT faz sessão itinerante para julgar 30 processos trabalhistas
A cidade de Nova Andradina, a 400 km de Campo Grande, recebeu nesta terça-feira a sessão extraordinária itinerante do TRT/MS (Tribunal Regional do Tr...
Após conter erosão, prefeitura reconstrói asfalto de ruas destruídas pela chuva
Ruas destruídas pelas fortes chuvas que atingiram o município de Nova Andradina, a 300 km de Campo Grande, começaram a receber nova camada de asfalto...



É triste ter que admitir, mas a educação no Brasil em todos os níveis, tem que, em um primeiro estágio, ser regionalizada. Creio que a partir das boas práticas, como as que estão ocorrendo em Nova Andradina-MS e São Caetano do Sul-SP, façam com que as administrações educacionais de outras regiões possam segui-las como norte. É muita inocência da nossa parte querer imaginar que em um país como o nosso, com tantas desigualdades, as regras tenham êxito de uma forma linear. Posso afirmar com toda certeza que, no momento que Nova Andradina-MS obter um grau elevado em seu sistema educacional, e a sociedade local com plena consciência do fato; um político empossado posteriormente terá dificuldades extras em não dar a devida atenção à educação.
 
SeiQueNadaSei_CGRMS em 21/05/2015 16:42:06
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions