A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 02 de Dezembro de 2016

05/03/2013 08:12

Professores param em Dourados por plano de cargos, carreiras e salários

Luciana Brazil
Professores reunidos na assembleia no dia 26 de fevereiro, quando definiram greve. (Foto:Divulgação Simted)Professores reunidos na assembleia no dia 26 de fevereiro, quando definiram greve. (Foto:Divulgação Simted)

Paralisados, professores de Dourados estão reunidos na manhã de hoje em frente a Prefeitura da cidade. A greve, já prevista na última assembleia, foi deflagrada hoje cedo em protesto pelo não atendimento das reivindicações da categoria.

Veja Mais
STF investiga contas de Geraldo e quer depoimento até de ex-prefeito morto
Menino de 10 anos é dopado e abusado por adolescente de 16 anos

Entre os pedidos está a abertura das discussões do PCCR (Plano de Cargos, Carreiras e Remunerações), reativação do PAE (Programa de Acompanhamento Escolar), abertura de salas de tecnologia, implantação da jornada de trabalho, diminuição da jornada de trabalho e adequação salarial.

De acordo com a secretária geral Sirléia de Fátima Marcomini do Simted (Sindicato dos Trabalhadores em Educação), os profissionais devem definir alguma medida ainda pela manhã.

O sindicato informou que a paralisação só foi tomada depois de tentativas de negociação com o prefeito Murilo Zauith. Em nota, a categoria “pediu a compreensão de todos, ressaltando o compromisso com a educação de qualidade”.

Conforme o Simted, a greve foi comunicada, oficialmente à prefeitura e as escolas emitiram nota aos pais. A decisão foi definida no último dia 26 de fevereiro.

No site do sindicato, o presidente João Azevedo ressalta que a luta é por uma educação de qualidade “e que envolve também direitos dos alunos. Pais e responsáveis estão convidados a participarem das atividades, a partir das 7h30, no CAM (Centro Administrativo Municipal)”.

 




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions