A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

25/04/2015 12:46

Quadrilha aluga 7 caminhões, rende funcionários e rouba 185 bois

Michel Faustino

Sete pessoas foram presas na noite desta sexta-feira (24) acusadas de terem invadido uma fazenda, rendido os funcionários e roubado 185 cabeças de gado da raça Nelore em Bandeirantes, a 71 quilômetros da Capital. O grupo utilizou sete caminhões para fazer o transporte dos animais até uma fazenda próxima.

Veja Mais
Pajero com 5 passageiros sai da pista, capota e “sobe” em poste de energia
Mãe para velório e retira corpo da filha ao descobrir tentativa de aborto

Segundo o delegado Fábio Peró, titular do Garras ( Delegacia Especializada Repressão a Roubo a Banco, Assaltos e Sequestros), o roubo ocorreu na madrugada de ontem. Conforme o delegado, funcionários da fazenda e uma família que mora no local foram surpreendidos pela quadrilha. Eles foram algemados e trancados em um quarto.

Conforme o delegado, os funcionários ficaram mantidos em carcere por dois homens, enquanto um terceiro coordenava a ação. Os demais eram motoristas e peões. Ainda foi relatado que o grupo estava armado e vestia roupas camufladas.
Parte da quadrilha foi presa em flagrante na propriedade para onde o gado foi levado e os demais já estavam em casa e último foi preso em uma agência bancária, onde trabalhava como segurança .O delegado disse que os suspeitos já tinham remarcado quase todos os animais roubados. 

A polícia ainda informou que o líder do grupo já vinha arquitetando o roubo há dois meses. A previsão era arrecadar R$ 300 mil com a venda dos bovinos.

Ainda segundo o delegado, a quadrilha teria alugado 11 caminhões de uma transportadora, mas utilizou somente sete veículos no crime. A polícia pretende investigar se o proprietário da fazenda para onde os animais foram transportados tem participação no roubo. Os sete presos irão responder por roubo e associação ao crime. 




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions