A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

10/02/2012 11:15

Quadrilha amarra vigia e explode caixa eletrônico em Terenos

Nadyenka Castro

Bandidos estavam fortemente armados e com muitos explosivos. Eles roubaram celular do trabalhador

Caixa eletrônico na Vila Nova Bandeirantes foi alvo de bandidos no dia dia 30 de janeiro. (Foto: Fernando da Mata)Caixa eletrônico na Vila Nova Bandeirantes foi alvo de bandidos no dia dia 30 de janeiro. (Foto: Fernando da Mata)

Quadrilha rendeu o vigia do prédio da prefeitura da Terenos, a 25 quilômetros de Campo Grande, e explodiu o caixa eletrônico do banco Bradesco que fica no local.

Segundo registro policial, por volta das 4 horas desta sexta-feira, quatro bandidos com armas de fogo renderam o trabalhador, de 59 anos, e o amarraram.

Em seguida, os bandidos foram ao ambiente onde fica o caixa eletrônico e o danificaram com uso de explosivos.

Conforme relato do vigia à Polícia, a quadrilha estava fortemente armada e tinha muitos explosivos. Apesar disso, o recipiente onde fica o dinheiro não foi danificado.

Os bandidos fugiram sem levar dinheiro, mas, roubaram o celular do vigia. A PRF (Polícia Rodoviária Federal), Garras e Polícia Militar foram acionados, mas, nenhum suspeito foi preso.

Dia anterior - Por volta das 4 horas de quinta-feira, outro vigia da prefeitura foi rendido. O trabalhador, de 56 anos, estava no estacionamento do imóvel público quando recebeu uma ‘gravata’ de um bandido.

O vigia reagiu e entrou em luta com o bandido, que teve ajuda de um comparsa com arma de fogo. Os dois então agrediram o trabalhador, que fi ajudado por outras pessoas. Os bandidos então fugiram sem levar nada.

Explosivos- Na madrugada do dia 30 de janeiro, foi explodido um caixa eletrônico da agência do Banco do Brasil, na Vila Nova Bandeirantes, em Campo Grande.

O penúltimo alvo de bandidos foi um caixa eletrônico em Naviraí, no último dia 7.

Nesta semana, a PRF (Polícia Rodoviária Federal) apreendeu um carretel explosivo, que era transportado em um carro, na BR-463, em Ponta Porã.

O condutor do veículo disse aos policiais que adquiriu o material no Paraguai e levaria para Dourados.




Será que ação de bandidos humilhando pais de família não pesa no momento em que políticos e advogados tentam proteger os direitos dessas pessoas que cometem atos litigiosos?
Será que quem deve padecer por causa de uma lei feita por quem se preocupa mais com os bandidos são as pessoas de bem?
Heim senhor presidente da OAB/MS! Tenha pulso firme e tente proteger a população de bem!
 
Marcelo Jara em 10/02/2012 02:21:08
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions