A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

17/04/2015 18:48

Quatro são detidos por suspeita de participação em sequestro de universitário

Mariana Rodrigues
Duas pessoas foram detidas em um carro furtado.(Foto: TL Notícias)Duas pessoas foram detidas em um carro furtado.(Foto: TL Notícias)

A Polícia Militar de Três Lagoas - distante a 338 quilômetros de Campo Grande realizou uma operação nessa quinta-feira (16), resultando na detenção de quatro pessoas que supostamente estariam envolvidas no crime de sequestro de um universitário de engenharia ocorrido na noite de quarta-feira (15).

Veja Mais
DOF apreende joias avaliadas em R$ 950 mil e empresa é multada por sonegação
Perito fecha IML por falta de estrutura, mas não informa o governo estadual

Segundo informações do site Três Lagoas Notícias, uma equipe da Rádio Patrulha recebeu informações de duas pessoas que estariam em um Renault/Scenic preto roubado. Após a denúncia, os policiais iniciaram diligências na região e observaram que os suspeitos teriam tido acesso a Ruas Urias Ribeiro.

No veículo estava o motorista de 16 anos, que foi apreendido, e o passageiro identificado como A.F, 19 anos, que foi preso. Os suspeitos disseram que teriam achado o carro no bairro Jupiá e que estariam seguindo no sentido bairro Jardim das Violetas para fumar maconha. Eles relataram que pegaram o veículo para trocar por meio quilo da droga.

Outras duas pessoas que estariam envolvidas no assalto do universitário foram detidas em uma residência no bairro Jardim Oiti. Os jovens D.B, 23 anos e J.C, 21 anos, inicialmente negaram participação no crime, mas foram detidos até que fique comprovado o envolvimento. Segundo informações policiais, ainda há dois suspeitos que estão foragidos.

Caso- Dois homens armados abordaram um universitário de 36 anos, na noite de quarta-feira (15). Os bandidos ordenaram que ele entrasse no banco traseiro do veículo e sob a mira de um revolver foi encapuzado e levado para um matagal próximo ao aeroporto do município.

Chegando ao local o estudante ainda encapuzado andou por cerca de 10 metros e foi amarrado a uma árvore.

Ele relatou que os bandidos diziam que não queria fazer mal a ele, que iria apenas roubá-lo e que depois de 10 minutos ele poderia se soltar e pedir ajuda. Segundo a PM, passados os 10 minutos ele se soltou e foi até o aeroporto onde pediu ajuda.

 




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions