A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 16 de Janeiro de 2017

24/04/2015 11:01

Receita Federal deflagra Operação para fiscalizar fronteiras por 90 dias

Priscilla Peres

Durante 90 dias, a partir de hoje, a Receita Federal vai deslocar servidores para reforçar a fiscalização na fronteira brasileira. A Operação Escudo vai atuar em todos os municípios fronteiríços de Mato Grosso do Sul, com o intuito de combater contrabando, descaminho e outros crimes.

Veja Mais
Cabine se solta de carreta após condutor desviar de buraco na MS-306
Veículo capota na BR-262 e deixa jovem gestante e adolescente feridos

De acordo com o delegado Flávio de Barros Cunha, da Receita Federal em Mato Grosso do Sul, a previsão é de que sejam 90 dias de ação ininterrupta. Para isso, a operação vai contar com média de 24 servidores por período, três cães farejadores e um helicóptero que vai percorrer a fronteira.

Para atender todos os municípios, haverá pontos fixos de fiscalização e controle volante. Em cidades como Corumbá, onde existe um comércio grande, a operação vai operar com maior controle. Já em Porto Murtinho, onde praticamente não há comércio, a ação será volante. "Não é por isso que vamos deixar de ir a esses locais. Vamos a todos e também atenderemos as denúncias", explica o delegado.

A Operação Escudo está inserida dentro da Operação Fronteira Blindada, que é uma ação permanente da Receita Federal de combate ao contrabando, descaminho e pirataria. Esta, por sua vez, faz parte do Plano Estratégico de Fronteiras do Governo Federal.

Motociclista fica gravemente ferido ao colidir moto em carreta na MS-276
Ednei Alves de Macedo, 31, ficou gravemente ferido ao colidir a moto que conduzia em uma carreta canavieira na MS-276 entre Amandina a Ivinhema, dist...
Jovem de 24 anos é morto a tiros em frente de casa por dupla em moto
Alex Pereira Gomes, 24, morreu após ser atingido por vários tiros em frente da casa em que morava, no bairro Residencial Pindorama, em Sidrolândia, d...



Se o Brasil funcionasse na mesma pegada que funciona a Receita Federal, o Brasil seria a maior potência mundial.

 
Cyro Escobar Ribeiro Neto em 24/04/2015 13:17:43
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions