A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

16/06/2014 23:12

Reconstituição de incêndio que matou seis pessoas atrai populares em MS

Alan Diógenes
Área foi lacrada e nem a imprensa podia entrar no local do crime. (Foto: Reprodução/WhatsApp)Área foi "lacrada" e nem a imprensa podia entrar no local do crime. (Foto: Reprodução/WhatsApp)
Policiais fazendo a reconstituição na área onde aconteceu o incêndio. (Foto: Reprodução/WhatsApp)Policiais fazendo a reconstituição na área onde aconteceu o incêndio. (Foto: Reprodução/WhatsApp)

A reconstituição do incêndio que matou seis pessoas em Coronel Sapucaia, município a 400 quilômetros de Campo Grande, além de mobilizar policiais do SIG (Setor de Investigações Gerais) e da Defron (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Fronteira), atraiu muitos populares no local do crime. Pessoas que passavam pelo local, quando viam a movimentação paravam para observar o trabalho das equipes.

Veja Mais
Fiems pede que governo mantenha contratos de incentivos fiscais
Reinaldo chega a Dourados para lançamento e entregas de obras

No dia 2 de maio, o incêndio matou Rosângela dos Santos, 50 anos, o filho Alejandro dos Santos, 22 anos, a filha Vanussa dos Santos, 26 anos e os filhos dela Sabrina, 4 anos e Stefani, de 10 meses e Thiago, 10 anos. Ambos estavam na casa, onde também funcionava uma conveniência.

O esposo de Vanussa, Edson da Silva, foi preso, na terça-feira (10), na casa de uma irmã em Naviraí. Ele é suspeito de ter ateado fogo no local. No final do mês passado, ele chegou a deixar a cidade, com medo de ameaças da vizinhança.

Ele diz que saiu de casa cerca de 40 minutos antes de ser avisado do incêndio.
Após prender Edson, o delegado não deu mais informações, para não comprometer a reta final das investigações.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions