A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

22/10/2014 17:15

Reinaldo faz carreata, critica pesquisas e se diz “preparado” para debate da TV

Helio de Freitas, de Dourados
Reinaldo Azambuja e José Serra participam de carreata por ruas de Dourados (Foto: Eliel Oliveira)Reinaldo Azambuja e José Serra participam de carreata por ruas de Dourados (Foto: Eliel Oliveira)

Com uma carreata, iniciada no Parque das Nações, região leste da cidade, o candidato do PSDB ao governo de Mato Grosso do Sul Reinaldo Azambuja encerrou nesta quarta-feira a sua campanha do segundo turno em Dourados, a 233 km de Campo Grande.

Veja Mais
Justiça determina instalação de rede de esgoto em Nova Alvorada do Sul
Pistoleiro morre baleado durante confronto com a polícia do Paraguai

Ao lado do senador eleito por São Paulo José Serra (PSDB), do ex-prefeito de Campo Grande Nelsinho Trad (PMDB) e políticos locais, Reinaldo percorreu as principais ruas da cidade de 147.600 eleitores e onde derrotou o candidato do PT Delcídio Amaral no primeiro turno por uma vantagem de 8.710 votos. A carreta cortou a cidade no sentido leste-oeste e depois desceu para a região sul, terminando na Vila Cachoeirinha.

Em Dourados, o candidato tucano ao governo do Estado voltou a criticar as pesquisa de intenção de voto. “Todos os institutos de pesquisa de Mato Grosso do Sul erraram nesta eleição. Na eleição para a prefeitura da capital também ocorreu erro brutal. Teve instituto agora que nos colocava no sábado, na véspera da eleição, com 24%, abriu as urnas (...) e nós tivemos 39% dos votos válidos”. Segundo ele, a margem de erro das pesquisas foi de 50%.

Mudança sugerida- Azambuja defendeu que as pesquisas sejam incluídas na reforma eleitoral, com a responsabilidade maior dos institutos e veto à divulgação de pesquisa na véspera da eleição. “A pesquisa acaba induzindo os eleitores, que muitas vezes não querem perder o voto. Eu ouvi isso muitas vezes em Campo Grande. ‘Poxa, se eu soubesse que você ficaria só a três mil votos eu teria votado em você’. Isso é muito grave e a pesquisa perdeu totalmente a credibilidade”.

Pesquisa do Ibope divulgada segunda-feira apontou empate técnico entre Reinaldo e Delcídio (51% a 49% dos votos válidos). O tucano criticou os números e disse que a pesquisa não foi feita em Maracaju, seu reduto eleitoral e onde ele foi prefeito, nem nas cidades onde ficou na frente de Delcídio no primeiro turno. “Interessante essa metodologia de pesquisa. É isso que acaba tirando a credibilidade dos institutos”.

A crítica às pesquisas foi engrossada por José Serra, mas o senador eleito amenizou o tom. “Veja o que aconteceu em São Paulo. Tive 60% dos votos. A previsão era de ganhar, mas com 50%, uma diferença enorme. Aqui ou ali pode ter desvio de conduta de algum instituto. No geral o problema está em captar com representatividade o pensamento do eleitorado”.

Reinaldo Azambuja também afirmou que está preparado para o debate desta quarta-feira, promovido, pela TV Morena. Lamentou, entretanto, que o debate seja mais curto que os outros e voltou a chamar Delcídio Amaral de “fujão” por não participar do único debate realizado em Dourados, ainda no primeiro turno. “Amanhã de manhã vamos fazer uma caminhada em Campo Grande e depois à noite temos o debate. Só não vou falar para vocês as perguntas que vou fazer pra ele, mas estou pronto”.

Justiça determina instalação de rede de esgoto em Nova Alvorada do Sul
A Sanesul e a prefeitura de Nova Alvorada do Sul - cidade localizada a 120 km de Campo Grande - terão que criar no município rede coletora e estação ...
Médico nega que tenha abandonado pacientes e diz que foi autorizado a sair
O médico Carlos José da Costa Duran, de 41 anos, nega que tenha abandonado o plantão no hospital e maternidade Idimaque Paes Ferreira, o único em Rio...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions