A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

06/07/2015 15:58

Reinaldo libera mais de R$ 3 milhões para investimentos em saúde

Liana Feitosa e Helio de Freitas, de Dourados
Governador Reinaldo Azambuja assinou documento durante lançamento do Hospital São Luiz, criado para atender cirurgias eletivas na região da grande Dourados. (Foto: Eliel Oliveira)Governador Reinaldo Azambuja assinou documento durante lançamento do Hospital São Luiz, criado para atender cirurgias eletivas na região da grande Dourados. (Foto: Eliel Oliveira)

O governo do Estado assinou nesta segunda-feira (6) a liberação de repasse financeiro destinado ao atendimento de saúde no município de Dourados, a 233 quilômetros de Campo Grande. De acordo com Reinaldo Azambuja (PSDB), o aporte é 44% maior do que os recursos destinados à cidade durante 2014.

Veja Mais
Governador lança e entrega obras na região da grande Dourados
Reinaldo espera recursos federais para retomar Hospital de Dourados

A assinatura aconteceu durante lançamento do Hospital São Luiz, criado para atender cirurgias eletivas na região da grande Dourados. Além disso, foram liberados investimentos para UPA (Unidade de Pronto Atendimento) na cidade e Hospital da Vida.

"O que nós assinamos aqui hoje é um aporte financeiro de recursos para UPA (Unidade de Pronto Atendimento)e Hospital da Vida. Além disso, serão investidos R$ 1,2 milhão só para a compra de equipamentos para o hospital (São Luiz). Também serão entregues para Dourados mais R$ 2,4 milhões em equipamentos hospitalares para apoio às unidades de saúde da região", explica o governador.

Atendimento local - Na ocasião, ele criticou a atual situação da saúde pública brasileira e o corte de R$ 11 bilhões no orçamento o Ministério da Saúde, do Governo Federal. "Nós temos subfinanciamentos hoje no Brasil, nós temos responsabilidades empurradas aos municípios", afirma.

"(Em Mato Grosso do Sul), tínhamos uma lógica da saúde, até o final do ano, que centralizava o atendimento praticamente todo na Capital. Por isso, Campo Grande fazia quase 65% dos atendimentos de saúde do Estado todo", amplia Azambuja.

"A saúde não tinha uma lógica regional. Nós temos o desafio de mudar essa lógica, criando uma lógica de atendimento regional próximo das pessoas", completa. Para isso, ele afirma que a construção de um Hospital Regional na cidade é compromisso do governo. 

Hospital Regional - "Estou organizando a construção do Hospital Regional. É muito fácil vir no final do ano, como aconteceu no governo passado, e dar ordem de serviço de uma obra dizendo que tinha um dinheiro guardado - o que era mentira porque não tinha um centavo na conta - e depois cancelar o empenho do hospital no dia 31 de dezembro", alfinetou o gestor estadual. 

"Mas eu tenho um compromisso com o Hospital Regional de Dourados. Ele vai ser construído e vai atender a população dentro do nosso mandato", garante.

Para o secretário de Saúde do município, Sebastião Nogueira, há muita diferença no repasse de recursos cedidos pelo Estado e pela União a Dourados em comparação a Campo Grande e outras macrorregiões.

Pouco repasse - Segundo ele, proporcionalmente Dourados tem recebido menos recursos per capita que Corumbá. No entanto, o governador garante que essa realidade já está sendo modificada. Azambuja explicou que o Estado também vai aportar dinheiro para a contratação de profissionais de saúde.

"Viemos dizer que estamos abrindo esse hospital (São Luiz), alugando o hospital, comprando equipamentos. O Estado vai aportar dinheiro pra contratar profissionais pra ter serviço, pra ter um hospital de cirurgias de média complexidade e, para algumas especialidades, de alta complexidade", pontua. "Esse é um atendimento que não tinha pra população da região de Dourados, só tinha o Hospital da Vida", indica.

Outros investimentos - Na mesma ocasião, o governador ainda anunciou que a administração estadual irá liberar R$ R$ 4 milhões para Dourados investir em pavimentação e saneamento, sendo que o município já garantiu que irá investir o mesmo montante nesses projetos.

Segundo o governador, as ações são para tornar a cidade mais preparada para receber mais investimentos e indústrias.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions