A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

17/11/2016 20:31

Reitoria da UFGD negocia saída de estudantes em campus invadido

Fernanda Yafusso

Após reunião ocorrida nesta quinta-feira (17) com integrantes do movimento Ocupa UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados) e a administração da universidade, a reitoria se comprometeu a responder os pedidos apresentados pelo movimento.

Veja Mais
UFGD continua invadida e estudantes contrários pressionam reitoria
Invasão na UFGD completa uma semana e negociações não avançam

Além disso, após o debate entre as partes foi firmada uma nova proposta de funcionamento para amanhã (18) das atividades na unidade 1 da universidade.

Uma carta com reivindicações foi entregue durante a reunião na sala da procuradoria da UFGD e contou com a presença de três porta-vozes do movimento. Da Reitora Liane Calarge, do Vice-reitor Marcio Barros, do Procurador da universidade Carlos Henrique Benedito Nitão Loureiro, da Defensora Pública Sheila Guarezi Zandomeneco e do Defensor Público Walber Rondon Ribeiro Filho, ambos da Defensoria Pública da União e que prestam assistência ao movimento Ocupa UFGD. 

A nova proposta de funcionamento para as atividades na unidade 1, será organizada pela administração. Já o documento elaborado pela reitoria com as respostas das reivindicações, será entregue posteriormente. Ambas serão debatidas durante a assembleia diária da ocupação.

Ocupação - Há oito dias o prédio da reitoria da UFGD está invadido por dezenas de estudantes universitários que protestam contra medidas do governo Michel Temer.

A reitoria da UFGD enfrenta pressão de universitários contrários à invasão, que cobram providências para a reintegração de posse do local.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions