A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

14/08/2015 19:42

Representante da Petrobras afirma que é possível terminar UFN 3 em dois anos

Mariana Rodrigues
O representante da Petrobras comentou que é possível encontrar sócios e parceiros para o empreendimento em até um ano e terminar as obras em dois anos. (Foto: Perfil News)O representante da Petrobras comentou que é possível encontrar sócios e parceiros para o empreendimento em até um ano e terminar as obras em dois anos. (Foto: Perfil News)

Após visita técnica no complexo de construção da UFN 3 (Unidade de Fertilizantes Nitrogenados), em Três Lagoas - distante 338 km de Campo Grande, o representante da Petrobras comentou que é possível encontrar sócios e parceiros para o empreendimento em até um ano e terminar as obras em dois anos.

Veja Mais
Paralisação de obras da UFN 3 completa seis meses sem perspectiva de retomada
Governador afirma que fornecedores da UFN3 vão recorrer à Justiça

Com 80% das obras finalizadas, o gerente executivo de Gás Químico da Petrobras, Marcelo Murta, afirmou que a UFN 3 é prioridade e será concluída. "Estamos prospectando parceiros e sócios para este empreendimento, entendemos que é possível em um ano finalizarmos esta etapa e em torno de dois anos projetamos finalizá-la, isto com previsão de retomar a obra a partir do próximo ano".

O secretário Jaime Verruck de Estado de Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente), Verruck afirmou que o complexo está devidamente sendo cuidado, já que 150 pessoas estão trabalhando no canteiro de obras. "Neste momento, o posicionamento do governo do estado é ajudar na busca de parceiros para que efetivamente a construção seja finalizada, dependemos de terceiros e seremos apoiador da Petrobras".

A senadora Simone Tebet (PMDB), também esteve visitando as obras, durante a reunião com os representantes da Petrobras, governo do Estado e prefeitura de Três Lagoas, ela apontou que se busque parceiros brasileiros para finalizar as obras. "Este processo da busca de grupos é muito seletivo. A Petrobras não pode ir atrás de parceiros nacionais, e nós juntamente com o governo do Estado faremos este papel".

Segundo a prefeita Marcia Moura (PMDB), a maior parte das obras já estão concluídas, por isso, na atual circunstâncias as notícias são boas. "Temos 80% da obra já concluída, não há dúvida de que deixarão isto desta forma, estou confiante".

Dívida - Desde que a Petrobras rescindiu contrato com o consórcio responsável pela construção da UFN 3, as obras que eram para terminar em dezembro do ano passado estão paradas e sem previsão de serem retomadas. Além disso o consórcio deixou mais de R$ 30 milhões em dívidas com fornecedores, que até hoje não foram pagas.

“Quanto às dívidas, os credores vão receber, está correndo os devidos juros, e agora decorrem as tratativas para saber se quem irá pagar é o consórcio (UFN 3), ou outro parceiro, mas isto é uma determinação da Justiça”, declarou Simone Tebet.

 




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions