A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

17/11/2011 15:27

Representante de trabalhadores em montagem industrial é detido durante protesto

Paula Maciulevicius

Operários da empresa Montcalm realizaram manifestação pedindo por melhores condições de trabalho

Representante foi detido por não possuir documentos do sindicato. (Foto: Benê Soares/ Rádio Caçula)Representante foi detido por não possuir documentos do sindicato. (Foto: Benê Soares/ Rádio Caçula)

O representante de trabalhadores em montagem industrial de Três Lagoas, Paulo Roberto de Paula, foi detido na manhã de hoje, durante manifestação em Três Lagoas.

Os operários da empresa Montcalm realizaram uma manifestação em frente ao alojamento II, no bairro Alto da Boa Vista, pedindo por melhores condições de trabalho.

Segundo o site Rádio Caçula, por conta da movimentação, a PM (Polícia Militar) foi acionada e compareceu ao local. A Polícia exigiu a documentação funcional do sindicato que representa a classe, mas o colaborador Paulo Roberto de Paula, que há alguns dias vem atuando como líder dos trabalhadores, não pode apresentar esses documentos.

Ele informou que está pleiteando a presidência do Sindicado dos Trabalhadores da Montagem Industrial em Três Lagoas, que ainda não existe.

A falta de documentação fez com que de Paula fosse detido e encaminhado ao 1º Distrito Policial de Três Lagoas.

De acordo com informações da polícia, será investigado o pagamento de uma possível mensalidade de R$80 dos trabalhadores a esse sindicato. Paulo Roberto já tem passagem por estelionato.

Caso - A manifestação que os trabalhadores realizaram hoje não foi a primeira. Na manhã de quarta-feira eles fizeram uma paralisação em frente ao alojamento I.

Entre as reivindicações, os trabalhadores pedem água potável para beber, asseio dos banheiros, telefone público, atendimento odontológico, manutenção dos alojamentos, pagamentos de horas extras, folga no Natal e Ano Novo.

De acordo com ata lavrada pelo sindicato da categoria na última terça-feira, o Ministério Público Estadual já tem conhecimento da situação. Caso as empresas não melhorarem as condições no alojamento os trabalhadores vão paralisar as atividades.

Dois homens são presos por suspeita de estupro de adolescentes
Dois homens foram presos por estupro de vulnerável em Laguna Carapã, 287 km de Campo Grande. Eles têm 28 e 24 anos e teriam tido relação sexual com a...
Dupla armada invade madeireira e rouba dinheiro do pagamento de funcionários
Dois homens armados invadiram uma madeireira e roubaram R$ 15 mil por volta das 15h30 de ontem (9) no Distrito Industrial de Dourados - distante 233 ...
Homem tem carro roubado por assaltantes armados na MS- 289
Assaltantes armados renderam o condutor de um veículo modelo Vectra e roubaram o carro por volta das 23h desta sexta-feira (9) na MS-289, em Amambai ...



Se eu tivesse cometido qualquer irregularidade seria justo ter sido detido, no entanto só estava exercendo meu papel constitucional e a liberdade de expressão jamais pode ser serceada nem muito menos ser reprimida pela policia. NÃO SOU BANDIDO, SOU TRABALHADOR DE CARTEIRA ASSINADA, NÃO POSSUO NENHUM PROCESSO NA JUSTIÇA QUE NÃO TENHA RESPONDIDO COM RESPONSABILIDADE.
 
paulo roberto de paula em 18/11/2011 03:36:18
O sindicato que que represento tem sim documentação: ata da assembleia geral dos trabalhadores em montagem industrial, assinadas, e registrada em cartorio, cnpj, estatuto social, sede, telefone, com estatus do MTE:entidade sindical em fase de formação aguandando a carta sindical que é tão somente uma formalidade, a assembleia geral da categoria é soberana e o estado não pode intervir no sindicato.
 
paulo roberto de paula em 18/11/2011 03:31:12
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions