A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

20/08/2015 10:51

Residentes de medicina da UFGD começam a atender no Hospital da Vida

Helio de Freitas, de Dourados
Acadêmicos e residentes de medicina da UFGD passaram a fazer estágio no Hospital da Vida (Foto: Chico Leite/Divulgação)Acadêmicos e residentes de medicina da UFGD passaram a fazer estágio no Hospital da Vida (Foto: Chico Leite/Divulgação)

Médicos residentes e acadêmicos do curso de medicina da UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados) começaram nesta semana a atender no Hospital da Vida, unidade de referência para atendimentos de urgência e emergência a pacientes de pelo menos 30 municípios da região de Dourados.

Veja Mais
HU começa da “estaca zero” projeto de unidade para atender mulheres e crianças
Equipe da ONU vistoria HU para construir nova unidade de atendimento

De acordo com a assessoria da UFGD, o atendimento foi possível após convênio assinado entre a Funsaud (Fundação Municipal de Saúde de Dourados) – que administra o Hospital da Vida – o HU (Hospital Universitário) e a Faculdade de Ciências da Saúde.

Antes do acordo, os alunos da UFGD precisavam se deslocar até Campo Grande para fazer o estágio em unidades de urgência e emergência, exigido pelo plano pedagógico do curso de medicina.

Sem deslocamento – “Com essa parceria, inauguramos um excelente campo de estágio, pois o HU não tem pronto-socorro de portas abertas. Com essa nova possiblidade, nossos alunos e residentes cumprem todas as exigências acadêmicas em Dourados mesmo, sem ter que se deslocar para outro centro”, afirmou a superintendente do HU da UFGD, Mariana Croda.

O trabalho dos alunos e residentes no Hospital da Vida é supervisionado por cinco professores da Faculdade de Ciências da Saúde. “Esse trabalho em parceria qualifica o atendimento, melhora a eficiência e a qualidade do serviço e propicia condições mais amplas para o ensino”, afirmou o coordenador da residência em Clínica Médica do HU, Ricardo do Carmo Filho.

Todos os anos, o HU recebe pelo menos 12 novos residentes em seus programas de residência médica. São profissionais recém-formados em cursos superiores de Dourados e de todo o Brasil, que buscam especialização.

No curso de medicina da UFGD, o quinto e o sexto anos são reservados ao estágio supervisionado, feito dentro de instituições de saúde. O internato, como é chamado, é uma etapa obrigatória da grade curricular.

Equipe da ONU vistoria HU para construir nova unidade de atendimento
Uma equipe formada por técnicos da Ebserh (Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares) e do Unops (Escritório das Nações Unidas de Serviços para Pro...
Dupla é presa e confessa ter matado homem a pedradas e garrafadas
A Polícia Civil de Anastácio, cidade a 135 quilômetros de Campo Grande, prendeu na última quarta-feira (07), dois suspeitos de terem cometido um homi...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions