A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

24/04/2014 09:00

Secretário chama de vândalos moradores que improvisaram tapa buraco

Kleber Clajus
Buracos em rua foram cobertos com entulhos de construção e gesso (Foto: Rádio Nativa Online)Buracos em rua foram cobertos com entulhos de construção e gesso (Foto: Rádio Nativa Online)
Secretário publicou indignação em rede social (Foto: Reprodução / Facebook)Secretário publicou indignação em rede social (Foto: Reprodução / Facebook)

O secretário de Serviços Urbanos de Amabai, Vilmar Cubas, classificou os moradores do Bairro Pôr do Sol de “vândalos”, após operação tapa buracos improvisada. A “obra” no município, localizado a 360 quilômetros de Campo Grande, foi realizada com entulhos e gesso e pode atrasar em dois dias o recapeamento de trecho da Rua Rio Branco, a ser iniciado nesta quinta-feira (24).

Veja Mais
PF apreende 60 kg de cocaína e prende traficante de 28 anos na MS-164
Escritor douradense lança na terça livro sobre 40 anos de carreira

De acordo com o site Rádio Nativa Online, a ação dos moradores foi um protesto pela demora do Executivo local em solucionar o problema no trecho de entrada do Bairro.

Ontem (23), em seu perfil no Facebook, o secretário exigiu que os moradores limpassem a rua e também disse que o prefeito, Sérgio Barbosa (PMDB), havia solicitado a intervenção na semana anterior.

Já ao Campo Grande News, Vilmar justificou que os problemas na rua são decorrentes do tráfego pesado no local e da falta de drenagem adequada.

“O tráfego acaba desmanchando o asfalto. Com o entulho a obra vai atrasar até dois dias, porque os funcionários terão que fazer a limpeza. Vou no MP (Ministério Público) colocar essa situação”, ressalta o secretário.

Conforme o secretário, a obra na Rua Rio Branco deve ocorrer em no máximo oito dias “se o tempo estiver bom”.

Escritor douradense lança na terça livro sobre 40 anos de carreira
Será lançado na próxima terça-feira (6) em Dourados - cidade localizada a 233 km de Campo Grande - o livro "A Felicidade pela Literatura: Ensaio entr...
Comércio de Ponta Porã funcionará em horário especial neste fim de ano
O comércio de Ponta Porã - cidade localizada a 323 km de Campo Grande - irá funcionar em horário especial neste fim de ano. Os horários e dias foram ...
MPF entra com ação para garantir pesca e extração à comunidade ribeirinha
Foi ajuizada ação civil pública pelo MPF (Ministério Público Federal) para garantir o direito a pesca de subsistência e extrativismo sustentável da c...



Só parafraseando o Marco Aurélio: "Vândalo é quem permite que uma rua chegue a este estado" e respeite quem "é obrigado a fazer o trabalho que não é feito por sua incompetência".
 
Rodney OSilva em 25/04/2014 08:53:16
Se fosse um buraco, e se a população o tivesse "tapado" com placas ofensivas ao poder público, o nobre secretário poderia até fazer a infeliz afirmação que fez. Mas, dá-se para contar cerca de 87 buracos, na foto mostrada. E pelo visto, são buracos antiiiigos e não da última chuva.
Mas a intenção da população foi atingida.
Quiçá outras ruas, outros bairros e até outras cidades, tenham a mesma atitude para "lembrarem" a administração pública das suas obrigações.
 
Rodney O Silva em 25/04/2014 08:50:54
Que bela reportagem , nossa me emocionei .
Campo Grande esta cheio de problemas e vcs vem me falar de Amambai ????
 
Paulo R R Cezar em 24/04/2014 20:13:06
Será que o tráfego intenso e a falta de obras adequadas de drenagem também são culpa dos "vândalos"?
Segundo o Secretário, "quem passar em cima vai ter prejuízo com pneus", realmente, mas será que os buracos da forma com estavam não causariam prejuízo não só com os pneus, mas também com a suspensão? E acidentes com veículos e até mesmo com pedestres?
Pelo menos o entulho é branco e oferece mais contraste (visibilidade) aos motoristas e pedestres desavisados que trafeguem por lá à noite.
 
Guilherme Arakaki em 24/04/2014 16:44:00
Vândalo é quem permite que uma rua chegue a este estado, outra coisa se no inicio da obra fosse feito um trabalho bem feito este asfalto não se deterioraria desta forma, - então senhor secretário dobre sua língua antes de falar de quem paga seu salário e ainda é obrigado a fazer o trabalho que não é feito por sua incompetência.
 
Marco Aurélio Alves Queiróz em 24/04/2014 10:13:54
Por que só anunciou o recapeamento para o dia seguinte após o protesto?
Por que não fez isso antes? Esses inúteis esperam até a população se revoltar para fazer alguma coisa, sempre assim. Esse é o nosso Brasil.
 
Luiz Fernando da Silva Augusto em 24/04/2014 10:02:05
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions