A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

08/05/2015 09:01

Secretário de Segurança do Estado determina readequações no IML de Coxim

Liana Feitosa
Durante reunião, autoridades definiram que construção de muro será feita com mão de obra dos internos de Coxim. (Foto: Divulgação/ Agepen)Durante reunião, autoridades definiram que construção de muro será feita com mão de obra dos internos de Coxim. (Foto: Divulgação/ Agepen)

Autoridades da cidade de Coxim, a 260 quilômetros de Campo Grande, e do governo do Estado, se reuniram nesta quinta-feira (7) para buscar solução para o impasse que levou o IML (Instituto Médico Legal) a ser fechado temporariamente no mês passado.

Veja Mais
Para continuar funcionando, policiais fazem segurança de IML durante perícias
Perito fecha IML por falta de estrutura, mas não informa o governo estadual

Segundo o então coordenador do Núcleo Regional de Perícias e Identificações de Coxim, o perito criminal Wanderley Serrou Camy, o local não apresenta condições adequadas de trabalho, o que inclui falta de segurança devido à falta de muro que separa o presídio do IML. Ele foi exonerado do cargo após fechar o instituto sem comunicar a Secretaria de Segurança do Estado.

Definições - No encontro desta quinta-feira, debateram o assunto o prefeito de Coxim, Aluízio São José, o diretor-presidente da Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário), Ailton Stropa Garcia, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Junior Mochi, o juiz Thiago Tanaka, da Covep (Coordenadoria da Vara de Execuções Penais) e o titular da Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública), Sílvio Maluf.

“Há um empenho tanto da Sejusp, do legislativo estadual, como da prefeitura local para solucionar o problema", afirmou Maluf.

Segundo o secretário da Sejusp, medidas serão adotadas em pouco tempo para solucionar o impasse. "Nós já havíamos feito os levantamentos dos materiais necessários para a construção do muro e, nesta sexta-feira (8), o arquiteto Fábio Alex estará na cidade fazendo as locações e orçamentos para o início das obras, solucionando assim de forma definitiva os problemas do IML de Coxim”, garantiu o secretário.

“Esse acordo que fizemos aqui hoje, para a construção do muro no entorno do IML, separando o instituto do prédio da Agepen e abrindo entrada de acesso para a rua, é a saída natural para resolver o problema, até que no futuro seja erguido outro prédio, em outro local”, destacou Mochi.

Plano - Durante a reunião, o diretor-presidente da Agepen anunciou também que está sendo elaborado projeto arquitetônico visando a realização de pequenas reformas, readequações e ampliação da URPI (Unidade Regional de Perícias) de Coxim.

“Ainda este mês participaremos de reuniões com os Conselhos da Comunidade de Coxim, Rio Verde e São Gabriel do Oeste com o objetivo de firmarmos parcerias para dar início às obras”, explicou Ailton Stropa.

Como será - Reparos e construção do muro serão feitas com mão de obra dos internos de Coxim, que cumprem penas nos regimes aberto e semiaberto.

A reunião contou ainda com a presença do superintendente de Segurança Pública da Sejusp, delegado Antônio Carlos Videira, do adjunto da pasta, Hélton Fonseca, do coordenador do Sigo (Sistema Integrado de Gestão Operacional), delegado Luiz Sérgio da Silva, da adjunta da Coordenadoria Geral de Perícias, Roseli Bispo e do superintendente de Políticas Penitenciárias da Sejusp, Rafael Garcia Ribeiro.

Além desses, estiveram presentes Gian Carlo Miranda e Alexandre Barbosa, do Sindicato dos Policiais Civis de Mato Grosso do Sul, e vereadores de Coxim.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions