A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

05/05/2015 15:49

Secretário diz a vereadores que hospital melhorou, mas está longe do ideal

Oito dos 19 vereadores de Dourados se reuniram com o secretário de Saúde e avaliaram mudanças no Hospital da Vida

Helio de Freitas, de Dourados
Vereadores de Dourados no Hospital da Vida, onde foram recebidos por secretário de Saúde (Foto: Chico Leite/Divulgação)Vereadores de Dourados no Hospital da Vida, onde foram recebidos por secretário de Saúde (Foto: Chico Leite/Divulgação)

Oito dos 19 vereadores de Dourados vistoriaram nesta terça-feira o Hospital da Vida, que presta atendimento pelo SUS (Sistema Único de Saúde) a moradores da cidade, localizada a 233 km de Campo Grande, e de outros 31 municípios da região.

Veja Mais
Morre idoso que foi encontrado com larvas na boca no Hospital da Vida
Família encontra larvas em boca de idoso internado e vai à polícia

Referência no atendimento de urgência e emergência e maior pronto socorro da região sul do Estado, o HVida passou há oito meses por mudanças em seu gerenciamento, que antes era feito pelo Hospital Evangélico e atualmente é de responsabilidade da Funsaud (Fundação de Serviços de Saúde de Dourados).

Antes da visita, os vereadores Allan Guedes (DEM), Elias Ishy (PT), Madson Valente (DEM), Maurício Lemes Soares (PSB), Sérgio Nogueira (PSB), Aguilera de Souza (PSDC), Pedro Pepa (DEM) e Nelson Sudário (PSC) se reuniram com o secretário de Saúde, Sebastião Nogueira, e com diretores Funsaud.

Sebastião Nogueira fez um relato das melhorias que segundo ele ocorreram de setembro para cá, mas o secretário não escondeu que os problemas ainda estão longe de uma solução e disse que só a construção de um novo hospital pode garantir atendimento de qualidade aos pacientes do SUS. “Foram 20 anos sem nenhum investimento neste hospital. Quando assumimos não encontramos nada, faltavam equipamentos e os que existiam estavam sucateados, o prédio estava em pedaços e pacientes entubados espalhados nos corredores. Sabemos que ainda está longe do ideal, mas já conseguimos melhorar o atendimento”.

Conforme o secretário, o prédio passa por reforma e mais equipamentos foram instalados. O hospital ganhou uma nova UTI (Unidade de Terapia Intensiva) com 11 leitos e a antiga, com dez leitos, está sendo reformada e dentro de alguns meses começa a funcionar.

“Tivemos de recorrer a outros hospitais da cidade e de Campo Grande para conseguir atender os pacientes. Hoje percebemos que a mudança deu certo e conseguimos melhorar os serviços do hospital. Ainda está longe do ideal, porque o número de pacientes atendidos aqui continua muito acima da capacidade e isso só vai melhorar profundamente quando a cidade ganhar um novo hospital”, afirmou o secretário.

Os vereadores questionaram sobre o paciente que teria sido encontrado pela família com larvas na boca, na semana passada. Os diretores da fundação e do hospital informaram que um procedimento foi instaurado para apurar o caso e nos próximos dias haverá um relatório.

Regional – No final do ano passado, o governo do Estado começou a construir em Dourados um hospital regional, localizado na saída para Ponta Porã. Em janeiro, três dias após assumir o Estado, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) suspendeu a obra e disse que o antecessor, André Puccinelli (PMDB), não tinha deixado dinheiro para a construção.

Recentemente, Reinaldo afirmou que a prioridade no momento é reativar na cidade o antigo Hospital São Luiz, para fazer cirurgias eletivas, e que a retomada da obra do Hospital Regional depende de recursos federais.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions