A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

24/07/2015 14:36

Secretários estaduais avaliam Distrito Industrial e prometem “plano de ação”

Após reclamação de empresários, Jaime Verruck, Eduardo Riedel, Sérgio de Paula e Ednei Miglioli estiveram em Dourados nesta sexta

Helio de Freitas, de Dourados
Secretários reunidos com deputado Zé Teixeira e empresários de Dourados, no Distrito Industrial (Foto: Divulgação/Aced)Secretários reunidos com deputado Zé Teixeira e empresários de Dourados, no Distrito Industrial (Foto: Divulgação/Aced)

O governo de Mato Grosso do Sul mandou quatro secretários estaduais nesta sexta-feira (24) a Dourados, a 233 km de Campo Grande, para ouvir reclamações de empresários e avaliar a situação do Distrito Industrial da segunda maior cidade de Mato Grosso do Sul. Os empresários afirmam que o Distrito Industrial está abandonado. A pauta de reivindicações inclui melhorias na infraestrutura, logística e segurança.

Veja Mais
Associação Comercial cria serviço para ajudar garagens a cumprirem lei federal
“Abandonadas”, empresas do Distrito Industrial pedem ajuda ao governo

Estiveram na cidade os secretários Jaime Verruck (Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente), Eduardo Riedel (Governo e Gestão Estratégica), Sérgio de Paula (Casa Civil) e Ednei Marcelo Miglioli (Infraestrutura).

A reunião foi no pátio de um posto de combustíveis, localizado no Distrito Industrial. Também estavam presentes o deputado estadual Zé Teixeira (DEM), o prefeito Murilo Zauith (PSB), o presidente da Aced (Associação Comercial e Empresarial de Dourados), Antônio Nogueira, o deputado federal Geraldo Resende (PMDB) e vereadores.

Plano de ação – Após conhecer a realidade do parque industrial, Jaime Verruck disse que o governo do Estado vai definir prioridades e elaborar um plano de ação para atender as demandas.

“A Secretaria de Administração já levantou todas os lotes e a primeira medida será retomar os terrenos e regularizar a situação das áreas irregulares”, afirmou Verruk.

Segundo o secretário, é de interesse do governo resolver os problemas verificados no local, já que pelo menos três empresas estariam interessadas em se instalar no distrito. “É preciso verificar a disponibilidade de energia e resolver estas questões de infraestrutura para que outras empresas possam se instalar aqui. Outra questão necessária é o licenciamento do núcleo industrial, o que tecnicamente só será possível após investimentos no sistema de esgoto e drenagem”.

Foco na urgência – O secretário da Casa Civil, Sérgio de Paula, disse que serão priorizadas as ações mais emergenciais: “Talvez não haja recursos para tudo, então neste momento vamos focar na urgência”. Segundo ele, como ainda não existe orçamento previsto para as medidas, serão usados recursos do Fundo de Investimento da Indústria.

Pauta de reivindicações – Antônio Nogueira entregou ao deputado Zé Teixeira uma pauta de reivindicações dos empresários do Distrito Industrial. “É a indústria que vem sustentando ainda o crescimento em nossa cidade. Por isto, é sempre bom estar preparado para atender as empresas de nossa cidade e outras que porventura venham a se instalar aqui”.

Além das ações emergenciais, a pauta de reivindicações inclui criação de trevo de acesso ao distrito, construção de um rodoanel ligando a BR-163 à MS-156, iluminação e sinalização, implantação de posto avançado da Polícia Militar, linhas de ônibus e infraestrutura de comunicação, incluindo internet e telefonia.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions