A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 17 de Janeiro de 2017

13/05/2011 20:12

Sem médicos, Três Lagoas enfrenta o caos na saúde

Ana Paula Carvalho

Único posto de saúde que tem especialidades diferentes está superlotado

Reunião nesta sexta-feira em Três Lagoas tentou estratégias para contornar o caos no atendimento público de saúde no município. Não há médicos em especialidades como pediatria, ginecologia e até clínico geral.

O Secretário Municipal de Saúde, Sérgio Jeremias, esteve com membros do Conselho Municipal de Sáude e atribiu o problema a falta de profissionais da área no serviço público.

Segundo o secretário, a deficiência é resultado da portaria 134, publicada no dia 04 de abril, pelo Ministério da Saúde, no artigo 4º, em que “fica proibido o cadastramento no SCNES (Sistema de Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde) de profissionais de saúde em mais de 2 cargos ou empregos públicos”.

A prefeitura, segundo ele, também sofre para contratar pelo menos dez profissionais para vagas abertas com as últimas demissões.

O resultado é a superlotação no principal posto de saúde, o "Postão", que oferece ainda profissionais de diferentes especialidades, diz o Conselho. NO local, há demora de horas para o atendimento de emergência.

O secretário ressalta que poderia aproveitar os médicos que já fazem parte do quatro, mas a legislação estabelece que o médico poderá trabalhar em mais de um vínculo empregatício, desde que o seu horário não seja fracionado.

“Ele pode fazer plantões noturnos, mas não pode realizar atendimento fracionado, ou seja, atender em dois ESF ao mesmo tempo. Não dá certo. Isso é péssimo para a população”.

“Estamos somente cumprindo a lei. Já estava sendo feito isso antes desta portaria, se não cumprirmos, o Ministério Público vem em cima”, disse.

Sobre o quadro atual, Jeremias diz que no dia 4, mais um médico pediu demissão. “Os médicos pediram para sair. Hoje o serviço privado está muito mais convidativo que o público”.

Jeremias assumiu a pasta da Saúde no ano passado, com a exoneração da ex-titular.

A moradora Sandra Pereira comenta no site Perfil News que, o problema é generalizado "O posto de Saúde do Arapuá, que por sinal é excelente, está sem médicos. Sempre elogiamos o atendimento, mas agora, apesar da infraestrutura, não tem médico para atender os pacientes".

Corpo de homem com marcas de tiros é encontrado boiando no rio Apa
O corpo de um homem ainda não identificado, foi encontrado boiando no rio Apa, por volta de 15h de ontem (16) em Bela Vista, distante 322 km de Campo...
Um dos três detentos que fugiram sábado de presídio é recapturado
Foi recapturado nesta tarde de segunda-feira (16) Willian Ferraz da Silva, de 19 anos, um dos três detentos que fugiram no sábado (14) da Penitenciár...
Com debates e 120 expositores Showtec começa nesta quarta-feira
Começa na próxima quarta-feira (18) a Showtec 2017, que contará com programação recheada de novidades tecnológicas para o setor rural e também debate...



Para mim, todos comentários são pertnentes só quero acrescentar que deveriam mudar o nome de Direitos Humanos para Direitos Desumanos ou Direito dos Bandidos.
 
Antonio Marques em 14/05/2011 09:02:10
OS ADOLECENTES JA ESTAO CONTAMINADOS , ISTO TUDO É POR CAUSA DAS DROGAS , ELES SAO CAPAZ DE MATAR SEM MEDIR ESFORCOS , E SEMPRE TEM UM ADULTO POR TRAZ , QUEM SOFRE SAO OS PAIS ,
A PONICAO , SERA QUE RESOLVE , JA QUE NAO SE PODE NEM OLHAR FEIO PARA OS COITADINHOS , QUE VEM OS DIREITOS HUMANOS , E PROTEGEM COMO SE FOSSEM SUA CRIA .
 
ademir fonseca em 13/05/2011 08:19:22
Dou 30 dias pra eles estarem na rua novamente.
 
Flavio Burgatt em 13/05/2011 08:16:04
Cuidem bem dos dois "menores". Café da manhã completo, com todas as proteínas necessárias para o desenvolvimento dos mesmos. Carne, só de 1ª, pra não precisar mastigar muito. Eles tem seus "direitos".
 
Hilda França em 13/05/2011 07:59:27
Se o cidadão honesto pudesse ter a sua própria arma de fogo esses dois marginais já estariam falando com o capeta!!!!Q!
 
Nelson Benites em 13/05/2011 07:20:26
Alguém dos "Direitos Humanos" já foi visitar a vitima e perguntar se precisa de algo, lembrando que o MPE já afastou seis agentes da UNEI por tratar esses anjinhos como tratam suas vitimas quando atacam. Imaginem se fossem quebrados um dos braços desses pseudos "menores" como fizeram com o comerciante que tentou impedir o roubo, aí sim todos os MARÇAIS DE SOUZA da vida cruxificariam o comerciante. Esses menores tinham que levar chibatadas em praça pública isso sim e mostrar a cara deles em todo meio de comunicação para que a população saiba quem são esses marginaizinhos que andam dando trabalho não só para a polícia mais para as pessoas de bem. Que apodreçam na UNEI.
 
Douglas Ruiz em 13/05/2011 07:16:54
Concordo com o Adriano. Já já vem o 'povo' dos 'direitos humanos'. Direitos humanos deveriam ser somente para humanos direitos.
 
Luis Otmar em 13/05/2011 07:14:11
Pra que gastar papel delegada, não vai adiantar nada mesmo, daqui a alguns dias vão estar na rua roubando e furtando de novo! Mas ái se fosse a vítima que tivesse agredido os "menores", iria em cana por muito tempo, são as leis do Brasil...Não prestam nem pra sabão, só pra dar trabalho para a polícia e prejuízos pra sociedade.
 
Claudio Arantes - CG/Amambai em 13/05/2011 06:27:25
"Pobrezinhos, agora irão ficar em condições sub-humana.. Tadinho das mães que vão ter que passar por revista rigorosa, o que é humilhante e sub humano. " Anotem esse trecho.. Já já vem o centro de direitos humano Marçal de Souza dizer isso ai....
 
Adriano Maciel em 13/05/2011 06:21:48
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions