A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

24/03/2015 12:36

Sesc e Senac querem área da União para investir R$ 30 milhões em município

Caroline Maldonado
Representantes das entidades se reuniram com prefeita na segunda-feira (Foto: Divulgação/Fecomércio)Representantes das entidades se reuniram com prefeita na segunda-feira (Foto: Divulgação/Fecomércio)

O Sesc (Serviço Social do Comércio) e o Senac (Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial) pleiteiam junto à União uma área de 12,3 mil metros quadrados para investir em novas unidades em Três Lagoas, a 338 quilômetros de Campo Grande.

Veja Mais
Cinco pessoas são atingidas por raio em colheita de cana e uma morre
PRF apreende carreta com 250 kg de agrotóxicos contrabandeados do Uruguai

Representantes das entidades e o presidente da Fecomércio (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Mato Grosso do Sul), Edison Araújo, estiveram no município ontem (23) em reunião com a prefeita Márcia Moura (PMDB).

A intenção é construir em uma área próximo a Lagoa Maior. Também participaram da reunião os diretores regionais do Sesc, Regina Ferro; do Senac, Vitor Mello e diretor-superintendente do Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), Cláudio George Mendonça.

De acordo com a Fecomércio, a prefeita se mostrou animada com os projetos. "Quem ganha com isso é Três Lagoas e temos que pensar grande".

Segundo Edison, o trâmite para efetivação da doação do terreno deve levar um ano e meio, até o início das obras. "O que buscamos, de um modo geral, é contribuir de forma mais incisiva para melhorar a qualidade de vida da população da cidade, que vem crescendo de forma significativa, acompanhando o desenvolvimento econômico de Três Lagoas", comentou Edison.

Conforme Vitor, o Senac já tem duas unidades na cidade, mas a ideia é atuar ainda em áreas como gastronomia e turismo. O Sesc também está ampliando a oferta em educação no município. Este ano passou a oferecer os três primeiros anos no Ensino Fundamental com propósito de aumentar uma série por ano.

"Estamos fazendo uma reforma paliativa, para atender melhor, mas a atual instalação só conseguirá comportar essa demanda por no máximo mais dois anos. Além disso, o Sesc tem cinco áreas de atuação e hoje só atende uma na cidade, onde a expectativa é grande, principalmente por lazer", explicou Regina Ferro.

Além de tratar da área passível de doação, a reunião também foi momento de apresentar à prefeita a necessidade de criar vias de acesso às futuras unidades.

Cinco pessoas são atingidas por raio em colheita de cana e uma morre
Um trabalhador rural identificado como Abmael Fernandes dos Santos, de 30 anos, morreu na tarde desta quarta-feira (7) ao ser atingido por um raio en...
Autores de 'arrastão' são presos após perseguição de moto; veja o vídeo
"Desculpem os palavrões, mas há situações em que a gentileza não é prioridade". Assim a Getam (Grupamento Especial Tático de Motos) publicou nesta qu...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions