A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

25/09/2014 15:25

Sete dias após acidente vítima carbonizada continua em IML por falta de legista

Luciana Brazil
Sandero ficou destruído e pegou fogo com batida. (Foto: Nova News)Sandero ficou destruído e pegou fogo com batida. (Foto: Nova News)

O corpo da vítima que morreu carbonizada em um acidente no dia 18, na BR-267, entre Nova Casa Verde e Nova Alvorada do Sul, continua no IML (Instituto Médico Legal) de Nova Andradina, a 300 quilômetros de Campo Grande, por falta de um médico legista. De acordo com o site Nova News, o profissional que atendia na cidade pediu afastamento temporário das funções no mês de agosto por problemas de saúde.

Veja Mais
Sandero colide em caminhão e mata motorista carbonizado na BR-267
Justiça determina instalação de rede de esgoto em Nova Alvorada do Sul

Com isso, sete dias depois do acidente, a vítima continua no IML. A vítima, segundo a família, é Zeydione Silva Almeida, 26 anos. Familiares que moram na Capital estiveram em Nova Andradina no dia do ocorrido, mas não conseguiram a liberação do corpo. No último sábado (20), a família foi até a Polícia Civil, onde conversou com o delegado para confirmar o parentesco com Zeydione.

Segundo Nova News, o corpo permanece da mesma forma que chegou a unidade, sem que nenhum procedimento fosse feito. Para identificar a vítima é preciso que um exame de DNA seja feito porque o corpo foi carbonizado.

Acidente- O motorista de um veículo morreu carbonizado em um acidente com um caminhão, na madrugada do dia 18, na BR-267. A vítima seguia em um Renault Sandero, com placas de São Paulo (SP,) sentindo Campo Grande, quando, segundo testemunhas, invadiu a pista contrária e foi atingido por um caminhão, conduzido por um homem de 60 anos, que não teve o nome divulgado pela polícia.

Com a violência da batida, o carro de passeio ficou totalmente destruído e pegou fogo. O motorista, que ficou presos às ferragens, morreu carbonizado. O incêndio, também, atingiu cerca de 150 metros da vegetação próximo ao acidente.

Ao site Nova News, o motorista do caminhão disse que não havia nenhum veículo a ser ultrapassado no momento e acredita que o condutor do carro de passeio possa ter dormido ao volante. A rodovia ficou meia pista interditada e o trânsito seguiu lento no trecho.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions