A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

12/12/2010 19:47

Simulação de guerra assusta moradores

Paulo Fernandes

“Retomada de território” teve navios, helicópteros, lanchas e explosão

Simulação teve cinco navios, dois helicópteros e lanchas - (foto: Anderson Gallo/Diarionline)Simulação teve cinco navios, dois helicópteros e lanchas - (foto: Anderson Gallo/Diarionline)
Moradores acompanharam simulação; realismo assustou crianças - (foto: Anderson Gallo/Diarionline)Moradores acompanharam simulação; realismo assustou crianças - (foto: Anderson Gallo/Diarionline)

Com quase 200 homens, cinco navios, dois helicópteros e lanchas, o 6º Distrito Naval realizou neste domingo uma simulação de guerra na prainha do Porto Geral de Corumbá (419 km de Campo Grande) que assustou moradores. O som das explosões e tiros de festim dispararam os alarmes de alguns automóveis.

"Quando teve o estouro e os soldados começaram a correr em nossa direção (no sentido da rua Manoel Cavassa), o meu filho começou a chorar", contou o preparador físico Sérgio Cavalcanti ao jornal Diário Corumbaense.

A simulação fez parte das comemorações do Dia do Marinheiro, que será celebrado amanhã. A apresentação durou cerca de 15 minutos e foi acompanhada por centenas de pessoas, mesmo debaixo do sol forte de Corumbá.

"Nós simulamos a retomada de um território ocupado pelo inimigo", explicou o capitão-de-corveta Costa Santos, oficial de operações do Grupamento de Fuzileiros Navais. "Além dos navios da Flotilha e dos helicópteros, utilizamos vários armamentos do nosso cotidiano, todos com balas de festim".

Uma cabana montada próxima ao rio foi explodida durante a ação.

Marinha simulou retomada de território - (foto: Anderson Gallo/Diarionline)Marinha simulou retomada de território - (foto: Anderson Gallo/Diarionline)



Prezado Wendestein
Não "blindemos" o esforço deste portal de notícias.
O correto é "brindar". Brindemos sim a iniciativa do Campo Grande News de inovar e nos apresentar um portal mais bonito e dinâmico.
 
Felicio Amaral em 13/12/2010 12:45:02
Este treinamento serve para preparar as tropas para que em uma situação real ( como no RJ ) tudo dê certo e ao contrário do que o amigo disse acima, ninguem está de brincadeira, isto de chama adestramento de tropa. O outro colega disse que a Bolivia é uma ameça iminente (sarcarsmo) , na verdade é o tráfico de drogas e armas que vem de lá que é uma ameaça e como no RJ pode ocorrer na fronteira Oeste.
O problema de falta de verbas para escolas, não é Guerra das Forças Armadas e sim da má administração pública e dos desvios de dinheiro dos próprios governantes.

Brasil Acima de Tudo !!
 
Hilton da Cruz em 13/12/2010 10:55:27
Podiam ter aproveitado e invadido a Bolívia logo, afinal o governo de lá nunca vai conseguir diminuir o narcotráfico e prender seus chefões, o governo brasileiro precisa ocupar suas fronteiras permanentemente e tratar os Bolívianos sempre com devido cuidado!!
 
joão paulo em 13/12/2010 10:19:53
Tem gente q n sabe o q dizer, e fala besteira! Um país forte precisa valorizar suas forças armadas! Parabéns aos nobres combatentes, q dariam a vida se preciso for, ao Brasil. Q tenham cada vez mais investimentos, armamentos, equipamentos e incentivo, n pra combater a Bolívia ou qquer país q seja, mas sim para defender a soberania do nosso país. Q os patriotas de mês de copa do mundo engulam suas palavras ante o poder dos verdadeiros brasileiros.

Viva o Brasil!
 
Bergo de Almeida em 13/12/2010 09:59:43
Isso tem de ser feito sempre, As Forças Armadas precisam de maior valorização, o braço forte do Estado tem de estar preparado para manter a soberania do nosso país frente a qualquer ameaça.
 
Vinicius Moreira de Araujo em 13/12/2010 09:32:23
Compreendo a necessidade de se investir em ações visando a segurança nacional, porém, de que valerá tudo isso se o nosso povo não tiver educação e saúde ? Talvez fosse a hora dos Órgãos de Controle efetivamente trabalharem e sinalizarem para os que nos governam, da realidade existente do lado de cá (além dos gabinetes finos e gelados dos Poderes constituidos) !!! Mas certamente ouvir-se-á: "...não é nossa competência...", cabendo uúnica e tão somente aos cidadãos contribuintes assistirem aos "teatros" armados com o dinheiro dos nossos impostos... lamentável e...real !!!
 
Augusto Malheiros em 13/12/2010 01:15:57
"Marcha soldado, cabeça .... "

É isso aí, a Bolivia vem se tornando uma ameaça iminente.

E as Escolas Públicas sem verbas p/ reformas, slarios dignos de professores.
 
Antonio Lucas em 12/12/2010 10:43:17
Pô cara com tanta coisa pra fazer, esses marujos brincando de guerra!
O RJ com problemas de montão e por aqui marujos fazendo festança e 'estourando' barraco de brinquedo! Tem que colocar esse pessoal pra trabalhar, brincadeira é só quando der tempo! Falando nisso, o site de vocês está muuito legal, com uma proposta inovadora, e acima de tudo de ótimo efeito visual. Mas ainda perde para o Brasil verdade que é do meu pai, e por isso voto nele.rsss.rsss. brincadeiras a aparte continuem assim, com um trabalho que agrada a todos e sempre voltados a lisura e imparcialidade. abraços a todos da redação e continuem assim, nos blindando com matérias sugestivas e imparciais.
 
wendestein magalhaes araújo em 12/12/2010 09:43:05
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions