A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

19/06/2013 08:19

Site da Câmara é hackeado durante protesto com mais de 500 pessoas

Luciana Brazil
Site da Câmara é hackeado durante protesto na Casa de Leis. (Foto:Dourados Agora)Site da Câmara é hackeado durante protesto na Casa de Leis. (Foto:Dourados Agora)

O site da Câmara Municipal de Vereadores de Dourados foi hackeado na noite de ontem (18), durante protesto na Casa de Leis que reuniu mais de 500 pessoas. Ao invés do conteúdo rotineiro do site, uma mensagem pedia que a população fosse às ruas.

Veja Mais
Fiems pede que governo mantenha contratos de incentivos fiscais
Reinaldo chega a Dourados para lançamento e entregas de obras

“TANGODOWN#VEMPRARUA#ACORDABRASIL#ACORDADOURADOS#ANONYMOUS” ficou visível no centro da tela. Ao clicar na mensagem, o visitante era direcionado para a página “Acordabrasil-Ddosms”, que promove o ato “Vem pra rua Dourados”. Segundo o site Dourados Agora, o movimento já conta com mais de 10 mil pessoas.

O protesto será realizado na quinta-feira (20), a partir das 18h, nas imediações da praça Antonio João.

Depois de detectar que o site havia sido hackeado, a mensagem foi apagada e o site ficou fora do ar.

Ainda não há confirmação, porém o site da Prefeitura de Dourados também pode ter sido hackeado, já que está fora do ar desde ontem a noite.

Protesto: Com cartazes, megafones, caras pintadas e nariz de palhaço, manifestantes aderiram à onda de protestos que ocuparam as ruas do Brasil, e lotaram a Câmara Municipal de Dourados durante a sessão realizada na noite desta terça-feira (18).

Os manifestantes, a maioria acadêmicos da UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) e da UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados), cobraram melhorias no transporte público e tentam impedir um possível reajuste na tarifa, que passaria de R$ 2,50 para R$ 3,28.

Mesmo com os gritos "Fora Medianeira", se referiando à empresa concessionária responsável pelo serviço de transporte público na cidade, a manifestação foi pacífica e não precisou da atuação da Guarda Municipal, acionada para manter a ordem do local.

Entre as pautas desta sessão constava a análise do projeto de concessão à empresa por pelo menos mais 12 meses, entretanto, a votação foi adiada.

Uma nova reunião foi marcada para amanhã (19), às 10 horas, contando com a presença do prefeito Murilo Zauith, acadêmicos, vereadores e o gerente da Medianeira, Marcelo Saccol.




O site da camara foi retirado do ar pelos hakers somente hoje.
Mas o site da prefeitura ta fora do ar todo dia, mesmo antes das manifestações.
Quer fazer um teste??? na parte da manhã, tente olhar as licitações do diario oficial do municipio. O site da prefeitura de dourados não funciona.
 
Eduardo Marques em 20/06/2013 09:39:39
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions