A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

19/12/2011 16:49

Suspeito de matar o pai em Maracaju ainda não se apresentou à Polícia

Nadyenka Castro

O rapaz de 18 anos é apontado como responsável pela morte do auxiliar de serviços gerais Luís Carlos de Barros Flores, 51 anos. Irmão da vítima disse que brigas eram comuns entre pai e filho

O rapaz de 18 anos suspeito de ter matado o pai, o auxiliar de serviços gerais Luís Carlos de Barros Flores, 51 anos, em Maracaju, a 160 quilômetros de Campo Grande, ainda não se apresentou à Polícia.

De acordo com o delegado João Paulo Natali Sartori, a mãe do jovem disse que ele iria se apresentar na semana passada, mas, até a tarde desta segunda-feira ele ainda não havia procurado a Polícia.

De acordo com registro policial, Luís Carlos envolveu-se em uma briga com o filho, no distrito de Vista Alegre, município de Maracaju.

Durante a briga, o rapaz desferiu diversas pedradas no pai, que deu entrada na Santa Casa da Capital no dia 21 de novembro e morreu por volta das 19h30min do dia 10 deste mês, no hospital.

Registros da PM (Polícia Militar) indicam que pai e filho já tinham se agredido anteriormente. Conforme o delegado, um irmão de Luís Carlos confirmou que os dois brigavam rotineiramente.

Luís Carlos já foi preso em flagrante por homicídio doloso (com intenção de matar), em 2002.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions