A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

17/01/2011 10:46

Taxista que sobreviveu a dois assaltos tem alta do hospital

Ricardo Campos Jr.

Disparo atingiu o pescoço da vítima

Há 1 mês, taxista foi salvo de tiro durante assalto graças ao celular que estava no bolso. 9Foto: Maracaju speed)Há 1 mês, taxista foi salvo de tiro durante assalto graças ao celular que estava no bolso. 9Foto: Maracaju speed)

O taxista Erculano Pereira Fernandes, 56 anos, recebeu alta da Santa Casa de Campo Grande na manhã desta segunda-feira (17). Ele estava internado no local desde a última sexta-feira (15), após levar um tiro durante assalto em Maracaju, cidade localizada a 160 quilômetros de Campo Grande. Há um mês, a vítima foi vítima de roubo e salvo de um disparo pelo celular que estava no bolso dele.

A bala atingiu o pescoço do taxista perfurando o pulmão e esôfago. Por conta do ferimento no aparelho respiratório, Erculano passa por processo de drenagem. De acordo com o hospital, ele está consciente e orientado. Erculano está acompanhado pela esposa no pronto socorro do hospital.

Assalto - De acordo com informações do site Dourados Agora, o crime foi em Maracaju, cidade a 160 quilômetros de Campo Grande. O taxista recebeu uma ligação para uma corrida na noite da última sexta-feira, dia 14, com destino ao conjunto Napoleão, saída para Jardim, onde levaria duas pessoas.

Em um determinado local, os homens anunciaram o assalto e mandaram Erculano descer do carro. Um deles disse: “Da outra vez você escapou, mas desta vez não escapa”, e atiraram três vezes, mas somente um disparo atingiu a vítima. Os bandidos pegaram o dinheiro e fugiram. O taxista disse à Polícia, no hospital de Maracaju, que reagiu ao assalto.

No dia 21 de dezembro Erculano foi chamado para uma corrida de um posto até o Centro de Maracaju. Durante o trajeto um Gol passou a seguir o Pálio do taxista e deu sinal de luz para que a vítima parasse.

Erculano percebeu que era uma armadilha e acelerou o carro até 180 quilômetros por hora, mantendo a velocidade constante e disse que caso fosse baleado poderia perder o controle e todos morreriam.

O bandido insistiu que a vítima parasse o táxi e diante da negativa atirou 2 vezes. O primeiro disparo acertou o pára-brisa do carro e o outro o celular de Erculano, que estava no bolso. O Gol que fazia a perseguição ao taxista capotou e o condutor fugiu a pé.

Os policiais militares prenderam três envolvidos no roubo, Alexsandro, que cumpria pena no regime semiaberto e estava uma arma calibre 38, Rodrigo Bronzer Capelari, de 25 anos, que estava indo socorrer Alexsandro numa moto com placa de Dourados, e Fabiano Marques Viana, de 23 anos. Este último teria locado o veículo Gol, utilizado para perseguir o táxi.

(Com informações do site Maracaju Speed)

Motorista embriagado atropela ciclista e foge sem prestar socorro
Guinovaldo Aguiar Gama, de 53 anos, foi preso em flagrante depois de ter atropelado um ciclista na região central de Itaporã, 227 quilômetros de Camp...
Rapaz foge de policial a paisana e abandona mochila com 18 kg de droga
Homem fugiu deixando uma mochila com 18 quilos de maconha, depois de ser abordado esta manhã (10) por um policial a paisana na rodoviária de Ponta Po...



Desejo melhoras para ele....E dizer que ele teve duas grandes provas que DEUS o acompanha, por duas vezes tentaram mata-lo e não conseguiram....Só não volte mais para está profissão....
 
Carlos Henrique M C em 17/01/2011 10:55:23
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions