A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 02 de Dezembro de 2016

04/09/2012 21:14

Temendo ataque, índios tentam prender homem que rondava acampamento em Paranhos

Nyelder Rodrigues

Os indígenas da aldeia Arroio Korá que ocupam uma fazenda em Paranhos, cidade localizada a 469 quilômetros de Campo Grande, tentaram prender um homem que se dizia amigo do cacique e o procurava no local.

Veja Mais
Segunda fase do Enem acontece amanhã e domingo; 488 pessoas participam em MS
STF investiga contas de Geraldo e quer depoimento até de ex-prefeito morto

O fato ocorreu por volta das 17h30, e os indígenas entraram em contato com Funai (Fundação Nacional do Índio) e Força Nacional de Segurança Pública para que eles fossem ao local prender o homem.

Porém, os órgãos disseram não ser possível ir ao local no momento. O homem foi alertado sobre a ilegalidade dele no local, já que é preciso autorização da Funai para circular em área indígena, e foi liberado pelos índios.

Uma das integrantes da comissão que lidera os índios de Arroio Korá, Lucilaine Valiente, conta que desde segunda-feira (3) este mesmo homem circula pelo local à procura do cacique. “Já dizemos para ele que não temos um cacique ontem, quando ele veio junto com outra pessoa. Mas ele voltou aqui hoje e tivemos que fazer isso para nos proteger”, afirma.

De acordo com a líder, durante o dia policiais da Força Nacional passam pelo local, assim como da Polícia Federal, mas não permanecem lá, o que traz insegurança aos índios, pois pode haver ataques à comunidade a qualquer momento.

Lucilaine conta que a placa do veículo usado pelo homem, que se disse funcionário de uma fazenda próxima e que também procurava pessoas para trabalhar, foi anotada e será repassada para a Polícia Federal.




Como sempre essa farsa nacional não trabalha a noite!!!
 
arivaldo paiva em 04/09/2012 11:07:35
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions