A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

13/12/2011 12:30

TJ mantém condenação a policial que colaborou em furto de caixa eletrônico

Aline dos Santos

O TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) manteve condenação ao policial militar Guilherme Vaz Lopes Lima por colaborar em furto a caixa eletrônico. Também foi mantida a pena de oito anos de reclusão, com regime inicial fechado.

Veja Mais
Esposa é presa ao tentar entregar pão recheado com maconha para detento
Carreta transportando combustível bate em carro e uma pessoa morre

O policial foi denunciado pelo MPE (Ministério Público Estadual) por atuar em furto realizado em caixas do Banco do Brasil em Caarapó. O crime, ocorrido em 2010, totalizou R$ 56 mil.

O autor do arrombamento era companheiro da mãe da namorada do policial. Todos foram denunciados, com julgamentos separados.

Durante a madrugada do furto, o policial, que havia trocado seu plantão para que estivesse trabalhando na data, recebeu uma ligação, via 190, informando a ocorrência de um incêndio dentro da agência bancária. Porém, ele não comunicou à equipe de plantão para que averiguasse o caso.

Em sua defesa, Guilherme sustentou que a troca do plantão foi uma coincidência. Alegou ainda que acreditava que a ligação era um trote e por isso acionou a equipe de ronda. A condenação por furto qualificado, previsto no Código Penal Militar, foi mantida pela 1ª Turma Criminal.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions