A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 21 de Janeiro de 2017

18/10/2012 19:49

TJ nega liberdade a policial acusado de facilitar entrada de droga em delegacia

Policial também é acusado de permitir entrada de celulares em troca de R$ 80

Nícholas Vasconcelos

O TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) negou o pedido de liberdade para o policial civil Gedeao de Souza, acusado de intermediar entrada de droga na delegacia de Polícia Civil de Rio Verde, a 207 quilômetros da Capital.
De acordo com a Justiça, Gedeão recebeu R$ 80 para facilitar a entrada de 86 gramas de maconha e de dois telefones celulares na delegacia da cidade. Segundo o processo, foram colhidas provas com base nos depoimento dos outros policiais e também de envolvidos no crime, assim como constatação de imagens dos aparelhos apreendidos.

Para o relator do processo na 1° Câmara Criminal, desembargador Francisco Gerardo de Sousa, o acusado sendo policial civil, encarregado de investigar, evitar e reprimir a prática de crimes, usou o cargo para intermediar a entrada de objetos e substâncias entorpecentes não permitidos no interior da delegacia.

No entendimento do desembargador, se fosse concedida a liberdade, o réu poderia voltar ao trabalho, interferindo nas investigações e usando sua função pública para driblar a lei, bem como coagir as testemunhas.

Em seu voto, o relator explica que: “Por derradeiro, dado que restaram vislumbrados os pressupostos e fundamentos do cárcere cautelar, afigura-se necessária e adequada ao delito, em tese, praticado a manutenção da constrição cautelar do paciente, porquanto, verifica-se inviável a incidência de medida cautelar menos gravosa ao paciente, sendo assim de rigor sua prisão”.

Jovem é preso em flagrante depois de ter incendiado a casa da mãe
Jovem de 19 anos foi preso depois de ter incendiado a casa da própria mãe, 43, esta tarde (21) no Jardim Brasilândia em Dourados, cidade a 233 quilôm...
Homem é preso ao ser flagrado transportando 191 quilos de maconha
Hellington Sant Ana Mota, de 33 anos foi preso acusado de tráfico de drogas por transportar 191 quilos de maconha no porta-malas de um carro. O flagr...
Quadrilha é presa acusada de roubo a joalheria; funcionária é suspeita
Uma quadrilha formada por 10 pessoas foi desarticulada pela Polícia Civil de Itaporã, distante 227 km de Campo Grande, após investigações de roubo a ...



por isso que nao da para confiar na segurança partindo de policial
 
ester reis em 20/10/2012 10:30:06
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions