A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

12/03/2012 16:56

TJ suspende decisão e cultos em igreja de Corumbá são liberados

Fabiano Arruda
Cultos da igreja Assembleia de Deus foram suspensos no último dia 5. (Foto: Diarionline)Cultos da igreja Assembleia de Deus foram suspensos no último dia 5. (Foto: Diarionline)

Proibidos desde o último dia 5, por conta de decisão da 3ª Vara Cível de Corumbá, os cultos da igreja Assembleia de Deus – Ministério Belém – foram liberados nesta segunda-feira.

Veja Mais
Em meio a protesto, juiz nega intolerância ao proibir culto em igreja
Acusada de poluição sonora, igreja evangélica recorre ao TJ para liberar cultos

A desembargadora Tânia Garcia de Freitas Borges, da 3ª Câmara Cível do TJ/MS (Tribunal de Justiça de mato Grosso do Sul), tornou sem efeito a suspensão dos cultos.

O assunto virou polêmica e deve ganhar espaço na sessão de amanhã na Assembleia Legislativa.

Segundo informações do site Diarionline, o juiz Vinicius Pedrosa Santos, da 3ª Vara Cível de Corumbá, garantiu que a decisão teve caráter estritamente ambiental.

A proibição ocorreu baseada em ação de moradora da vizinhança na Rua Cabral, área central de Corumbá, onde fica a igreja. Ela considerou “ensurdecedor” o barulho dos cultos.

"De longe não há questão de discriminação alguma, não há questão de intolerância religiosa, ao contrário", explicou o juiz Vinicius Pedrosa Santos, da 3ª Vara Cível do município.

A decisão judicial suspendia os cultos até a instalação de equipamentos que façam o isolamento acústico e não perturbem a vizinhança.

Ontem à tarde, evangélicos de diversas congregações de Corumbá protestaram contra a decisão judicial. Cantando louvores, eles se uniram em carreata que contou com pedestres, motocicletas e carros.

Ainda conforme o site, a igreja alegou que não houve perícia técnica no horário e dias certos dos cultos para aferir o “barulho” e considera a decisão arbitrária.




por que evangélico sempre apela pras 'coisas de DEUS'. A questão em pauta é o barulho , tal como a expogrande ou a igreja. E não estamos discutindo DEUS. ok?
 
Emerson Torres em 16/03/2012 12:55:57
Ai daqueles que se levantam contra a obra e o povo de DEUS. Certamente são tolos, pois não conhecem o poder e a graça do SENHOR JESUS. Temos que orar por esses incrédulos. Sinceramente não consigo entender por que as coisas de DEUS incomodam tanto algumas pessoas, ah! vê se tomam vergonha na cara e se indignem com a corrupção política, altas taxas de luz, àgua, esgoto, impostos...
 
Nice Soares em 14/03/2012 11:35:42
TJ/MS 2 pesos e 2 medidas: depois de árdua batalha manteve a suspensão da realização de shows na Expogrande (parabéns!), depois autoriza essa igreja a manter a perturbação da vizinhança (imperdoável!).
 
ricardo rodrigues em 14/03/2012 10:45:16
CERTAMENTE QUE ESSE CULTO É PARA O deus SURDO, PROVAVELMENTE MUDO. DE FATO A RELIGIÃO CEGA O HOMEM, MAS A ESPIRITUALIDADE ELEVA-NOS A UM DEUS VIVO. NADA DE 'PASTORES, BISPUS, BISPAS, APOSTOLOS..". ESTUDE A BIBLIA E CONHECERÁS A VERDADE!
 
Carlos Lamarca em 14/03/2012 01:09:45
GRAÇAS A DEUS, ATÉ QUE ENFIM VÃO DEIXAR O POVO DE DEUS BUSCAR A SUA PRESENÇA, SÓ CONSEGUIMOS VIVER NESTE MUNDO NOGENTO É BUSCANDO A PAZ QUE ELE NOS DÁ, ESPERO QUE PROÍBEM TBEM OS OUTROS SONS QUE VEM POR AÍ, TODOS NÓS TEMOS O DIREITO DE IR E VIR.
 
quezia alencar em 13/03/2012 11:33:45
CAPÍTULO IV -
DAS CONTRAVENÇÕES REFERENTES À PAZ PÚBLICA

PERTURBAÇÃO DO TRABALHO OU DO SOSSEGO ALHEIOS
Art. 42. Perturbar alguém, o trabalho ou o sossego alheios:
I - com gritaria ou algazarra;
II - exercendo profissão incômoda ou ruidosa, em desacordo com as prescrições legais;
III - abusando de instrumentos sonoros ou sinais acústicos;
IV - provocando ou não procurando impedir barulho produzid
 
clayton rocha em 13/03/2012 10:49:51
Gostaria de saber se as igrejas tem licença ambiental? ou são isentas tambem!!!
 
Robson Jerson em 13/03/2012 10:47:54

E os filhinhos de papai com seus sons insurdecedor no seus carros possantes diuturnamnete 24 horas? com a palavra o Sr. Juiz de Corumbá q tomou esta decisão arbitrária.
 
Julio Cesar em 13/03/2012 10:24:59
essa igreja depois de pronta ficara muito bonita eu acho que uma obra dessa corunba tem é que se orgulhar,o sera que o povo corunbaense é contra o progresso,claro que depois de pronta tera que haver uma acustica que nao encomode os vizinhos .parabens para o povo de DEUS QUE SEMPRE VENCE.........
 
LUIS JOSE DE OLIVEIRA em 13/03/2012 09:32:27
Mais uma derrota do judiciário, sinto medo dos supostos 'homens de deus' que humilha, extorque e rouba seus fiéis. O sossego é um direito garantido aos cidadãos, e várias igrejas continuam com os gritos ensurdecedores para Deus ouvir. Homens de Deus . não precisa de gritaria ;*
 
Emerson Torres em 13/03/2012 09:07:15
bom no meu ver, se o som da igreja esta incomodando a vizinha,é muito simples de resolver chama o pastor da igreja e diga a ele que o som esta incomodando,e o pastor que é um homen de Deus vai abaixar o som ou pedir para os pregadores não gritarem na hora da pregação éra muito simples resolver esta cituação,eu acho que quem mandou cancelar as atividade da igreja só quis se aparecer
 
pr;nilton costa em 13/03/2012 07:57:11
O povo de Deus sofre sim perseguições, mas se vamos fazer justiça quanto ao barulho, temos que acabar com o carnaval de rua, com festas ao ar livre, shows, exposições, sons automotivos turbinados, procissões,pois fazem barulho. Temos que deixar a hipocrisia de lado. Cada porta de igreja que realmente serve a Deus que se abre, é mais ajuda a sociedade. Jesus sim, esta de portas abertas p/ todos .
 
Débora Santos em 13/03/2012 03:56:55
Por um Estado totalmente Laico. A Lei é para todos, inclusive igrejas. Muitas acham que deus é surdo, não respeitam a lei do silêncio. Quando o Estado reage, dizem que é perseguição religiosa. Deus se encontra no silêncio, não na gritaria.
 
Luiz Carlos Barbosa de Castro em 13/03/2012 01:41:32
Concordo que temos que observar as leis. Será que é só as igrejas que fazem barulhos que incomodam dessa maneira a tal ponto de precisar da justiça coibir seus trabalhos?. Será que os sons estapafúrdios dos carros com algumas musicas funestas e agressivas, tal qual o carnaval que invade a privacidade das pessoas com violência e tragédias. As Igrejas traz a paz e a harmonia às famílias e não mal.
 
Jose Custodio Da Silva Filho em 12/03/2012 09:58:04
Pelo o Amor de Deus, sejais sejais sal da terra e luz do mundo!!! Caldo de galinha e MODERAÇÃO sempre é bom!
 
Ester Schiavi do Nascimento em 12/03/2012 08:34:29
o recurso sempre é bem preparado , mas o reconhecimento do erro e do incômodo passa desapercebido.
Ora porque nao se adequar a sociedade. igreja , vizinhos etc...
essa éa a hora da igreja mostrar um pouco só de compreensao !
sou contra ao ensudecedor barulho nas igrejas dentre outros lugares.
 
janil cavalcante em 12/03/2012 08:27:02
TEM ALGUMAS IGREJAS EVANGELICASQUE ESTãO SE TORNANDO NA MAIORIA COMERCIO.TEM FAMÍLIAS PARA GANHAR UMA GRAÇA ,DEIXAM SEU SALÁRIO PARA CERTOS LÍDERES,POR CONTA DO "PROPÓSITO .EU MESMA QUASE VENDI TUDO E ENTREGUEI NA MÃO DE UM TAL PASTOR .É PRECISO QUE AS PESSOAS FIQUEM ESPERTA DEUS NÃO QUER DE NÓS SACRIFICIO .ELE JÁ SE SACRIFICOU POR NOSSOS PECADOS .DEUS QUER DE NÓS MISERICORDIA.
 
JOSÉ DA SILVA em 12/03/2012 06:45:55
Deus abençoe os responsáveis por sábia decisão.O que é de Deus, permanece. Pastores sejam sábios e humildes no tocante ao som da igreja, dai a césar o que é de césar e a Deus o seu louvor e honra.
 
valter antunes em 12/03/2012 05:42:57
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions