A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 24 de Fevereiro de 2017

11/03/2015 11:18

Traficante camufla droga com graxa, mas é preso pelo DOF com 17 kg de cocaína

Helio de Freitas, de Dourados
Sérgio da Costa disse que receberia R$ 10 mil para levar a cocaína até São Paulo (Foto: Sidney Bronka/94 FM)Sérgio da Costa disse que receberia R$ 10 mil para levar a cocaína até São Paulo (Foto: Sidney Bronka/94 FM)

Sérgio da Costa, 40 anos, moradora em Maringá (PR), foi preso ontem à noite em Dourados, a 233 km de Campo Grande, acusado de tráfico de drogas. Descoberto em um hotel na Avenida Weimar Gonçalves Torres por policiais do DOF (Departamento de Operações de Fronteira), ele tentava deixar Mato Grosso do Sul com destino a São Paulo com 17 quilos de cocaína escondidos em seu carro, um Ford Del Rey.

Para despistar cães farejadores, os pacotes da droga foram camuflados com graxa automotiva. Segundo o comandante do DOF, tenente-coronel Ary Carolos Barbosa, um cachorro treinado do canil da Polícia Militar não conseguiu farejar o entorpecente, mas os policiais decidiram desmontar parcialmente a lataria do carro e encontraram a cocaína escondida em fundos falsos, protegida por manta de chumbo, também para evitar o cheiro. Foram retirados 27 tabletes do esconderijo.

De acordo com o DOF, Sérgio estava em um hotel no Jardim Ganabara, local bastante frequentado por sacoleiros de outros Estados e que passam por Dourados. Em entrevista à rádio Grande FM, o paranaense confessou que foi contratado por R$ 10 mil para levar a droga até São Paulo. Ele disse que seu carro foi preparado com a cocaína em Ponta Porã. “Foi um minuto de bobeira, precisava do dinheiro”, afirmou.

Ford Del Rey com pacotes de cocaína escondidos sob a lataria foi apreendido em um hotel de Dourados (Foto: Divulgação)Ford Del Rey com pacotes de cocaína escondidos sob a lataria foi apreendido em um hotel de Dourados (Foto: Divulgação)



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions