A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

19/05/2015 16:25

TRT faz sessão itinerante para julgar 30 processos trabalhistas

Helio de Freitas, de Dourados

A cidade de Nova Andradina, a 400 km de Campo Grande, recebeu nesta terça-feira a sessão extraordinária itinerante do TRT/MS (Tribunal Regional do Trabalho em Mato Grosso do Sul) para o julgamento de 30 processos oriundos do próprio município e das cidades de Fátima do Sul e Bataguassu.

Veja Mais
Acordos trabalhistas na semana da conciliação somam R$ 5 milhões
Mato Grosso do Sul teve 97% dos processos trabalhistas julgados em 2014

Duas turmas de julgamento estão na cidade para a sessão itinerante. A primeira é formada pelos desembargadores Nicanor de Araújo Lima (presidente) e Márcio Vasques Thibau de Almeida, além do juiz Tomas Bawden de Castro Silva, titular da 1ª Vara do Trabalho de Campo Grande, convocado para atuar na sessão.

Já a segunda turma do Tribunal Regional do Trabalho de Mato Grosso do Sul foi formada pelos desembargadores Francisco das Chagas Lima Filho (presidente), Amaury Rodrigues Pinto Júnior e Ricardo Geraldo Monteiro Zandona. Os trabalhos ocorrem na Câmara de Vereadores.

Justiça mais próxima – Para o presidente do TRT/MS, desembargador Nery Sá e Silva de Azambuja, a sessão itinerante aproxima a Justiça do Trabalho da comunidade. “Por muito tempo a Justiça foi algo distante, que se fechava em uma linguagem retórica e afastava o conhecimento do que era o direito. Hoje tem linguagem próxima, tranquila, serena e, sobretudo coloquial, uma vez que o direito nada mais é do que bom senso”.

A juíza titular da Vara do Trabalho em Nova Andradina, Neiva Márcia Chagas, disse que a iniciativa, pioneira no município, vai ajudar esclarecer a comunidade sobre os trâmites internos do órgão, principalmente em relação aos julgamentos, comumente realizados na Capital.

Na história – “Este dia ficará registado na história desta cidade, pois é a primeira vez que a população nova-andradinense recebe os membros de uma Corte para realizar uma sessão itinerante, contribuindo para promover a integração entre desembargadores, juízes, Ministério Público, advogados e partes”, afirmou ela.

Para o prefeito de Nova Andradina, Roberto Hashioka (PMDB), a iniciativa do TRT ajuda a acelerar os processos trabalhistas nas três cidades e reforça a importância regional da cidade. Ele citou que a posição estratégica do município também ajudou o TCE (Tribunal de Contas do Estado), a realizar em Nova Andradina o seminário de capacitação de gestores públicos da região leste e sul de MS, que deve reunir representantes de 17 municípios no dia 29 deste mês.

A Vara do Trabalho de Nova Andradina foi criada em 9 de fevereiro de 1990. A jurisdição se aplica às cidades de Nova Andradina, Angélica, Baytaporã, Ivinhema, Novo Horizonte do Sul e Taquarussu.

Prefeito Roberto Hashioka fala na abertura da sessão itinerante do TRT em Nova Andradina (Foto: Thiago Odeque/Divulgação)Prefeito Roberto Hashioka fala na abertura da sessão itinerante do TRT em Nova Andradina (Foto: Thiago Odeque/Divulgação)
Desembargador Nery Azambuja é eleito novo presidente do TRT-MS
O desembargador Nery Sá e Silva de Azambuja foi eleito presidente do TRT-MS (Tribunal Regional do Trabalho) e terá como vice o desembargador João de ...
Vendedor é esfaqueado nas costas durante briga por espaço
Uma rixa antiga, de pelo menos três meses, acabou com o vendedor de espetinho, Ramão Antônio Gomes, 42, gravemente ferido ao ser esfaqueado duas veze...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions