A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

12/09/2014 11:04

União reconhece situação de emergência após acidente em ponte na 262

Aline dos Santos
Acidente abriu fenda de 20 centímetros em ponte. (Foto:Diário Corumbaense)Acidente abriu fenda de 20 centímetros em ponte. (Foto:Diário Corumbaense)

O governo federal reconheceu a situação de emergência nos municípios de Corumbá e Ladário em decorrência do acidente que danificou a ponte da BR-262, sobre o rio Paraguai. A medida acelera a liberação de recursos.

Veja Mais
Estado decreta emergência para construir proteção em ponte
Seguradora vai pagar reparo na ponte do Rio Paraguai atingida por barco

A portaria, assinada pelo secretário nacional da Defesa Civil, Adriano Pereira Júnior, foi publicada na edição de hoje do Diário Oficial da União. As prefeituras de Corumbá, Ladário e o governo do Estado já haviam decretado a situação de emergência.

De acordo com o prefeito de Corumbá, Paulo Duarte (PT), a expectativa é que venham recursos para a reconstrução de um dolfin, estrutura de proteção. A obra deve custar R$ 4 milhões.

“Não só que conserte a ponte, mas a construção da proteção porque o tráfego de barcaças é muito grande”, afirma. Segundo o prefeito, há mais de dois anos a estrutura de proteção foi danificada e os governos federal e estadual não se entenderam sobre de quem é a responsabilidade pelo conserto.

Enquanto o dinheiro não é liberado, Corumbá amarga prejuízo econômico. “Traz prejuízo. [Carretas] bi-trens têm que distribuir a carga, atrasa a entrega de mercadoria. Espero que seja resolvido definitivamente e refaçam a proteção da ponte”, afirma Duarte.

No dia 26, um dos pilares da ponte foi atingido por um barco empurrador paraguaio, abrindo uma fenda de aproximadamente 20 centímetros. O conserto foi assumido pela concessionária Porto Morrinho.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions