A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 19 de Janeiro de 2017

08/07/2013 21:39

Vereadores pedem intervenção de Zauith para retirar estudantes da Câmara

Helton Verão
Estudantes estão acampados na Câmara desde quinta-feira (Foto: Flávio Verão/Dourados Agora)Estudantes estão acampados na Câmara desde quinta-feira (Foto: Flávio Verão/Dourados Agora)

Foi solicitada a intervenção do prefeito de Dourados Murilo Zauith (PSB) na desocupação do prédio da Câmara Municipal, que está tomada por estudantes desde a última quinta-feira (4). O pedido foi feito pelo Presidente da Câmara, Idenor Machado (DEM).

Veja Mais
PRE apreende 345 kg de cocaína sendo transportados em caminhão na MS-154
Pela 3ª vez, transportador é flagrado levando carne sem nota de MS para o PR

“Fizeram a Câmara de refém e como não cabe ao Legislativo a legitimidade de atender as reivindicações, resta apenas ao prefeito a decisão de resolver todo esse impasse”, disse Idenor ao site Dourados Agora, durante coletiva à imprensa no final da manhã de hoje.

Desde quinta-feira passada o prédio da Câmara passou a ser ocupado por universitários. Eles reivindicam uma série de melhorias para o transporte coletivo na cidade. Pegando carona na onda de protestos, grupo de sem-teto se juntou aos estudantes para também reivindicar moradia.

O juiz José Domingues Filho negou a liminar da assessoria jurídica do Legislativo que pedia reintegração da Casa, argumentando que cabe apenas a prefeitura requerer esse pedido. “Por conta disso é que nós vereadores encaminhamos um ofício ao prefeito solicitando o mais rápido possível tomar as devidas providências para desocupação da Câmara”, ressaltou Idenor Machado.

Estudantes fazem acampamento na Câmara com colchões, já que os sem-teto decidiram não pernoitar no local. Como os vereadores estão de recesso legislativo, a ocupação não interfere no trabalho dos parlamentares.

Os vereadores retornam do recesso no dia 22 de julho. A assessoria jurídica da Câmara prometeu comunicar o TCE/MS (Tribunal de Contas do Estado), diretor do Fórum de Dourados, TJ/MS (Tribunal de Justiça) e MPE/MS (Ministério Público Estadual) sobre as reais condições que se encontra a Câmara. 

Por conta da ocupação, as portas da Câmara continuam abertas e os manifestantes desfrutam de todo o espaço físico do plenário, exceto dos gabinetes e demais dependências do local.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions