A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

01/09/2015 23:02

Vereadores reduzem próprios salários em 75%, de R$ 4 mil para R$ 980

Thiago de Souza
Prédio da Camara de Vereadores de Guia Lopes da Laguna: salário reduzidos. (Foto: João Carlos Velasquez)Prédio da Camara de Vereadores de Guia Lopes da Laguna: salário reduzidos. (Foto: João Carlos Velasquez)

Seis dos nove vereadores de Guia Lopes da Laguna, a 233 quilômetros de Campo Grande, aprovaram, nesta terça-feira (1), projeto de lei que reduz os salários de prefeito, vice-prefeito, parlamentares e secretários. A proposta vai para sanção do prefeito Jácomo Dagostin (PMDB). O objetivo da medida é "moralizar a política local e economizar recursos para o município". O salário de vereador terá redução de 75%, de R$ 4 mil para R$ 980.

Veja Mais
Para conter despesas, prefeitura reduz salários de secretários em 10%
Vereador quer reduzir pela metade salários de legisladores e do prefeito

Segundo um dos autores do projeto, vereador Ademir Souza Almeida, o Biu, do DEM, há 99% de chance da lei entrar em vigor. “Se o prefeito vetar, nós derrubaremos o veto”, desafiou o parlamentar. Ele ressalta que a ideia é acabar com o ofício do “político de profissão”, que visa somente ganhar dinheiro e não trabalhar pela cidade.

O salário do prefeito cai de R$ 16 mil para R$ 5 mil. O de vice-prefeito reduzirá de R$ 8 mil para R$ 980. Dos vereadores cairá de R$ 4 mil para R$ 980 e os secretários receberão R$ 3 mil em vez dos atuais R$ 6 mil.

O vereador da cidade, que possui cerca de 11 mil habitantes, afirma que a redução dos salários de políticos ocorridos nas cidades paranaenses de Jacarezinho e São Mateus do Sul influenciaram os parlamentares de Guia Lopes da Laguna. Ele observa que “lá foi com a pressão popular, aqui foi uma proposta nossa de campanha”.

Os autores da proposta são os vereadores Sérgio Fragoso (PP), Biu (DEM), Cleonete (DEM), Marlon (DEM), Rodrigo Arruda (PMDB) e Gilberto (PT). A lei deve entrar em vigor a partir de 2017. 




Hipocrisia total.
Quem trabalha precisa ser remunerado e bem remunerado para que tenha total dedicação.
Agora sou contra abusos, mas, super salarios não, mas com dignidade.
Este projeto é para a proxima gestão?
Por isso que estão querendo se aparecer? Porque não aprovam para redução no proximo MÊS?

Cambada de hipócritas.
 
Alves em 06/09/2015 10:03:10
Estou na maior torcida aqui, para a moda pegar.
Quiçá nossos políticos reduzissem seus salários, mas antes de tudo, parassem totalmente com a corrupção.
 
Rodney em 02/09/2015 08:40:10
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions