A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

14/02/2014 14:12

Vice condenado por desviar uma tonelada de leite em pó é honesto, diz prefeito

Kleber Clajus

O prefeito de Rio Negro, Gilson Antonio Romano (PMDB), defende que seu vice, Eronias Cândido Rezende, é “uma pessoa honesta”. Ele foi condenado pela Justiça por desviar uma tonelada de leite em pó, quando foi chefe do Executivo em 1997. Segundo o MPF (Ministério Público Federal), a sentença transitou em julgado e Eronias deve ser cassado pela Câmara Municipal.

Veja Mais
Vice-prefeito vai perder o cargo por desviar uma tonelada de leite em pó
Carreta da Justiça realiza 368 atendimentos na terceira etapa do projeto

“Além de ter distribuído o leite, o ex-prefeito devolveu o dinheiro e está respondendo criminalmente porque o MP (Ministério Público) acreditou que o crime estava materializado. É uma pena isso acontecer com um bom amigo e político”, comenta Gilson Antonio, que vê a possibilidade de Eronias estar pagando “pelo erros dos outros” que não recolheram recibos da entrega do leite.

O Campo Grande News tentou contato com o vice-prefeito, mas este não retornou as ligações.

Condenado - A condenação de Eronias foi decidida pelo Tribunal Regional Federal da 3ª Região. Segundo o MPF, os vereadores só devem cumprir a determinação da Justiça. Além da perda do cargo, ele fica sem os direitos políticos por cinco anos, não poderá contratar com o serviço público por cinco anos e fica obrigado a devolver R$ 10,5 mil aos cofres públicos, o que ele já realizou.

Segundo denúncia, em 1996, o então prefeito, Nélio Diniz, firmou convênio com o Ministério da Saúde e o Instituto Nacional de Alimentação e Nutrição para o repasse de leite para crianças desnutridas e gestantes em risco nutricional.

Os R$ 12,6 mil foram repassados em duas parcelas. A segunda ocorreu na gestão de Eronias, quando ocorreu o desvio. O MPF constatou que os 128 beneficiários do programa só receberam 471 quilos de leite em pó e 123 litros de óleo. Houve o desvio de 1,1 mil quilos de leite e 102 latas de óleo.

O desvio foi constatado por auditoria do ministério. O Tribunal de Contas da União condenou Eronias a pagar R$ 4,4 mil e mais multa de R$ 3 mil pelo desvio.

Vice-prefeito vai perder o cargo por desviar uma tonelada de leite em pó
A Justiça Federal condenou o vice-prefeito de Rio Negro, Eronias Cândido Rezende, a perda do cargo político por ter desviado uma tonelada de leite em...
Carreta da Justiça realiza 368 atendimentos na terceira etapa do projeto
Em oito dias de atendimentos da Carreta da Justiça em Taquarussu - município localizado a 332 km de Campo Grande -, o projeto do TJ-MS (Tribunal de J...



Não sei se fico com dó do pobre coitado acusado injustamente ou das crianças que ficaram sem o leite...
 
Fabio Pellegrini em 15/02/2014 06:30:30
Que dó! mais um político honesto injustamente cassado!!!
 
LUIZ CARLOS em 14/02/2014 17:56:53
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions