A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 23 de Setembro de 2014

18/12/2009 12:28

Justiça Itinerante irá a 17 bairros no primeiro semestre

Redação

A Justiça Itinerante já definiu o calendário de atendimento no primeiro semestre do próximo ano em Campo Grande. Serão 17 regiões da cidade, segundo a assessoria do TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul).

Os atendimentos são realizados nos bairros: São Conrado/Santa Emília, Vila Piratininga, Vila Nasser, Bairro Moreninhas, Caiçara, Universitário/Campina Verde, Alves Pereira, Aero Rancho, Macaúbas/Canguru/Mário Covas/Centro-Oeste, Coronel Antonino, Nova Lima, Coophavila II, Santo Amaro/Vila Almeida, Dom Antônio Barbosa, Sílvia Regina, Estrela Dalva e Tiradentes.

As datas com o calendário de atendimento estão disponíveis no site www.tjms.jus.br, no link "Serviço", Justiça Itinerante.

A Justiça Itinerante é um serviço que atrai a população campo-grandense pela rapidez no atendimento, além de não gerar nenhum custo ao cidadão, o que facilita o acesso da população aos serviços do judiciário sul-mato-grossense.

No ônibus podem ser feitas ações de cobrança, execução de títulos extrajudiciais, pensão alimentícia e execução de alimentos, separação, divórcio, dissolução e reconhecimento de união estável e conversão em casamento.

Nas ações de até 20 salários mínimos não é necessário advogado, profissional cuja presença é obrigatória nas causas de 20 a 40 salários mínimos.

As unidades da Itinerante que atuam na Capital funcionam em consequência de parcerias com as universidades Anhanguera/Unaes e UCDB e com o Banco do Brasil, tanto na estrutura física dos ônibus, quanto com a disponibilização de acadêmicos que auxiliam nos atendimentos.

O horário de atendimento no cartório, que está localizado na Rua Antonio Correa, 85 - Centro, é das 7 às 18 horas. Nos ônibus o horário de atendimento é das 7 horas às 11h30. Mais informações no telefone (67) 3314-5503.

Veja Também
Homem pede revisão do TJ-MS para diminuir pena de homicídio
A Sessão Criminal do TJ-MS irá julgar a revisão da pena de Everson Barros da Silva, condenado à pena de 12 anos e 6 meses de reclusão em regime fecha...
Explosão de projétil de canhão mobiliza Bope e bombeiros na Capital
Mais um projétil de canhão do Exército Brasileiro foi encontrado em Campo Grande. Desta vez, o artefato foi achado por populares em uma casa localiza...
MS já tem 29 multiplicadores para o programa de combate ao crack
A primeira turma do Curso Nacional de Multiplicador de Polícia Comunitária, do Programa Crack é Possível Vencer formou 29 pessoas. Os nomes dos concl...
imagem transparente

Desenvolvido por Idalus Internet Solutions