A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 02 de Dezembro de 2016

05/11/2016 17:36

No 1º dia de Enem, questões trataram de machismo a spray de pimenta

Luana Rodrigues
Anúncio de 1968, com teor machista, inspirou questão de ciências humanas no Enem 2016 (Foto: Reprodução)Anúncio de 1968, com teor machista, inspirou questão de ciências humanas no Enem 2016 (Foto: Reprodução)

Enunciados complexos e questões complicadas. Estas foram as considerações de candidatos que fizeram as provas deste sábado (5) do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), em Mato Grosso do sul. Entre os temas que caíram no exame estavam o machismo, crise dos refugiados, xenofobia, a evolução da vida no campo, além da composição do spray de pimenta, diabetes e fezes de cachorro.

Veja Mais
SUS incorpora quatro remédios para tratamento da hepatite C
MS é o 6º no Brasil com mais mulheres responsáveis por famílias

Conforme o portal G1, nas questões de ciências humanas, a prova trouxe uma pergunta sobre machismo. A missão do candidato era relacionar uma propaganda de 1968 em que uma mulher segurava um produto de limpeza e havia a seguinte frase ‘a mulher levará a limpeza para a lua’. Na mesma questão havia uma notícia afirmando que 50% da equipe da Nasa era formada por mulheres, citando comentários machistas publicados por internautas. O candidato tinha de relacionar os dois casos.

A crise dos refugiados, que mobilizou o mundo em 2015, também caiu no Enem 2016. A questão foi específica sobre o modo como a Hungria lidou com o grande fluxo de pessoas solicitantes de asilo que passaram pelo país, a caminho, principalmente, da Alemanha.

A música sertaneja também inspirou o Enem 2016. Uma das questões de ciências humanas citou trechos de uma reportagem na qual o cantor e compositor Renato Teixeira explica a mudança temática nas canções de artistas sertanejos. A reflexão oferecida por Teixeira é a de que a evolução dos temas cantados reflete a evolução da vida no campo, em uma sociedade cada vez mais globalizada.

Alguns dos filósofos, sociólogos e pensadores que foram citados no primeiro dia de provas foram René Descartes, Theodor Adorno e Max Horkheimer, em uma questão sobre indústria cultural, e Friedrich Nietzsche, com trechos de seu livro "Assim falou Zaratustra".

Já na parte do exame relacionada a ciências da natureza, conforme o G1, numa das questões de química os candidatos tiveram de responder por que é inútil lavar uma parte do corpo afetada atingida por gás de pimenta. Também apareceram perguntas sobre reação química, estrutura química, circuito elétrico, reação química e biomas.

Em biologia, o Enem cobrou questões que relaciona a ação da vacina com os efeitos probióticos, além de assuntos como os efeitos do aquecimento global e fixação de carbono. Ainda trouxe uma pergunta que relaciona respiração e nanotecnologia, além de outra que cobrou conhecimentos sobre as características do mangue.

Os alunos tiveram de responder uma pergunta sobre o impacto da presença de um predador e o tamanho da população.

Uma outra questão de biologia abordou as diferenças entre os tipos de diabetes e um tema inusitado entre as questões de química falou sobre cocô de cachorro. A questão falava que, nos Estados Unidos, as fezes do animal são guardadas em um saco biodegradável e submetidas a um processo químico para gerar energia.

Dia 1 - No primeiro dia do Enem, os candidatos precisaram responder a 90 questões de múltipla escolha. Dessas, 45 são da prova de ciências humanas, e 45 são da prova de ciências da natureza. Os portões fecharam às 12h e as provas começaram às 12h30. A duração da prova deste sábado foi de quatro horas e meia.

Em Mato Grosso do Sul, 139.149 estudantes tentam uma vaga em uma universidade por meio do Enem. Na Capital, 59.071 devem fazer a prova. Dourados – a 228 km de Campo Grande – é a segunda cidade com maior número de inscritos, 12.980 no exame.

SUS incorpora quatro remédios para tratamento da hepatite C
Portaria do Ministério da Saúde publicada hoje (2) no Diário Oficial da União torna pública a decisão de incorporar ao Sistema Único de Saúde (SUS) o...
Após vazamento de provas, ministro garante que Enem não será cancelado
O ministro da Educação Mendonça Filho reforçou hoje (2), na capital paulista, que não existe “nenhuma possibilidade de cancelamento do Exame Nacional...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions