A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

22/11/2016 15:38

Primeiro dia de conciliação movimenta R$ 615 mil em acordos

Ricardo Campos Jr.

O primeiro dia da 11ª Semana Nacional da Conciliação do Judiciário movimentou R$ 615.781,69 em acordos em diversas comarcas de Mato Grosso do Sul. Segundo informações da assessoria do órgão, foram atendidas 1.158 pessoas em 360 audiências, cem a menos do que haviam sido designadas.

Veja Mais
Nas estradas só 2% dos passageiros de ônibus usam cinto de segurança
Sistema de fronteira terá 70% mais recursos em 2017, diz ministro

Trabalharam no primeiro dia da ação 19 magistrados, além de 11 juízes leigos, 37 conciliadores e 35 colaboradores.

Resultaram em acordos 147 casos. Campo Grande é a comarca com mais processos pautados para a ação. São 2.586 designados para passarem por audiência de conciliação. Dourados é a segunda com mais agendamentos (527), seguida de Três lagoas (490) e Corumbá (224).

A ação, segundo o TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) é idealizada pelo CNJ (Conselho Nacional de Justiça) e vai até o dia 25 deste mês. Participam todas as comarcas e varas no estado cujos feitos permitam a conciliação e, em segundo grau, os desembargadores que aderirem ao movimento.

O objetivo é desenvolver a conscientização da conciliação como mecanismo para solução de conflitos que acabam parando na Justiça.

Coordena o movimento no estado o desembargador Vladimir Abreu da Silva, que preside a ação e o juiz Cezar Luiz Miozzo em primeiro grau.

Realizadas desde 2006, as semanas nacionais já resultaram em 1,464 milhão de acordos, superando R$ 8,6 bilhões em valores homologados. Praticamente toda disputa tem chance de acordo, entre elas: divórcio, partilha de bens, pensão alimentícia, ações trabalhistas, dívidas em bancos, pendências financeiras, problemas de condomínio ou com empresas de telefonia.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions