A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016


  • De olho na TV
  • De olho na TV

    com Reinaldo Rosa


16/07/2014 10:23

Candidatos vão experimentar "participação isonômica" na TV

Reinaldo Rosa

ÉGUA POPSTAR – Personagem do ‘O Povo na TV’ e seu apresentador fizeram encontro ao vivo com apreciadores do programa na Praça Ari Coelho, em Campo Grande. Considerável o público presente ao evento e, a considerar o sucesso do encontro, conclui-se pela continuidade da linha programática da atração do SBT/MS.

Veja Mais
Profissionais de rádio se aventuram na internet
Horário engessado limita noticiário de emissora

E O BERNAL?Futebol e política não se discute. A surrada frase retrata resultado da avalanche de denúncias que apearam Alcides Bernal do cargo de prefeito da capital. Sem fazer distinção entre ação radiofônica e administração pública, fieis ouvintes –questionados em pesquisa- o colocam em privilegiada colocação na corrida eleitoral deste ano.

QUESTÃO DE ORDEMCandidatos que ocupavam espaços em repetidoras de TV e emissoras de rádio vão à luta em busca de votos. Fora do ar, passam experimentar participação isonômica com outros concorrentes e, ao que parece, alguns daqueles ficarão decepcionados com a ‘fidelidade’ de eleitores. Consultas internas de partidos já correm soltas.

A CONFERIR – A seleção dos comunicadores (entre aspas para alguns) é composta por Cabeludo, Siufi, Borges, Coringa, Cazuza e Joel Silva. A briga promete.

VIDA DE ARTISTA – Ex Sheylas do Tcham vivem síndrome do talento único. Na descida da pirâmide da glória, as duas parceiras do Compadre Washington criaram show –de conteúdo e qualidade duvidosos- para manterem-se na mídia e faturar alguns trocados.

RIDES AGAIN TO - No rastro do sucesso de refrão publicitário o próprio Compadre –dono do Tcham- ensaia novas apresentações do grupo. Alô jacaré.

CORTE - Planos da Igreja Universal de diminuir os investimentos em locação de horários em TV em 2015 preocupam algumas emissoras. O dinheiro do aluguel de espaços para religiosos tornou-se essencial para sobrevivência de alguns canais abertos, cobrindo até 70% dos gastos com folha de pagamento nessas redes. A Universal aplica cerca de R$ 12 milhões mensais alugando espaço de duas emissoras por assinatura. De leve.

FALA POVO – “A real é esta; o povo que frequentava e ainda frequenta a Universal, está saindo do coma ou da anestesia pois, só no tal Templo de Salomão, estes malucos enfiaram quase 1 bilhão de reais em algo faraônico, digno de faraós e não de cristãos, é hora do caixa murchar e demorou”.

SÓ ELE – “Marcelo Rezende fará ações de merchandising no "Cidade Alerta". Além do reajuste salarial, também foi concedido este adendo ao compromisso anterior. Trata-se de uma exceção naquilo que continua terminantemente proibido para os demais produtos do departamento de jornalismo. A partir de sexta-feira e Fabíola Gadelha estreia como sua substituta nas funções”. Flávio Ricco.

 

Profissionais de rádio se aventuram na internet
RÁDIO PRA QUEM QUISER – Amor ao rádio provoca mudança de tratamento no segmento; profissionais fora do escasso mercado radiofônico local ‘fundam’ as ...
Horário engessado limita noticiário de emissora
PLANO DE VOO – Segunda-feira, às 4h10, o ‘Plantão da Globo’ anuncia a queda do avião com a delegação do Chapecoense. Um minuto após, volta a exibição...
Crise afeta dízimo e vida de TVs de evangélicos
MILAGRE ECONÔMICO – Com a crise econômica nos últimos anos, os fiéis de igrejas evangélicas sumiram dos templos e murchou a principal fonte de pagame...
Jornalismo local está cada vez mais nas redes sociais
ASSISTINDO AGORA – Uma semana do novo ‘Tribuna Livre’, na Capital FM, com transmissão, também pelo Youtube. A novidade ainda não empolgou a linha de ...



NA ESPERA
Depois da ilusão da Copa do Mundo, o brasileiro agora vai se esbaldar com as ilusões das propostas que serão apresentadas pela maioria dos políticos. Se o povo já tomou ferro no futebol, na política o ferro já é de muito tempo. Mas, o povo é boníssimo e com certeza vai reconduzir muitas “raposas” ao poder. Por enquanto, estamos apenas na espera dos discursos bajuladores que gostamos de ouvir.

Ronaldo Regis - Aquidauana
 
Ronaldo Regis em 18/07/2014 10:30:49
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions