A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 16 de Janeiro de 2017


  • De olho na TV
  • De olho na TV

    com Reinaldo Rosa


09/11/2012 08:31

Carolina Dieckmann sai de Salve Jorge

Reinaldo Rosa

SANGUE BOM – Noticiosos de crimes hediondos e outros de maior proporção parece ditar o gosto do brasileiro pelas citadas pautas. O enfoque dado aos crimes praticados por padrasto que seviciou enteado de quatro anos, em Campo Grande, teve grande repercussão na imprensa escrita, falada e televisada e sites de notícias, principalmente pelos detalhes dos redatores. Quem soube desse fato, ficou revoltado.

Veja Mais
Férias de notícias nas rádios é mudança certa de estação
Crise nos presídios e a crônica policial fora de contexto

SÓ ISSO? – No capítulo de estupro da personagem de Carolina Dieckmann, a Jéssica de “Salve Jorge”, muitos espectadores e espectadoras reclamaram, pelas redes sociais, de que a cena ‘foi muito simples; pouco sangue, etc.”. Faltaram maiores detalhes para causar nojo. A covardia do estupro, de tão banalizado em nossos dias, em novelas, já não ‘emociona’ a grande massa.

CAUSA E EFEITO – A saída de Ana Hikcmann da programação de 2013, na rede Record, era esperada pelo formato do espaço que ocupa atualmente. Numa sequência de, trinta minutos, aproximadamente, domingo último, ela apresentou um desfile de modelos portando, usando e exibindo linha de produtos que levam sua marca. Quem agüenta? Além dela e o marido?

DECIFRA-ME OU – Em espaço ocupado para merchandising próprio, coerentemente, não são exibidos mensagens comerciais pagos para a emissora. Vai daí... Sem se definir como apresentadora ou empresária de marca própria, La Hickmann dançou pois a rede do bispo Edir Macedo gosta muito de muito dinheiro.

OLHO GORDO - Matéria de Ângela Kempfer e Elverson Cardozo, neste Campo Grande News, quinta-feira, sobre Dia do Radialista, causou sentimento de inveja neste escriba, de tão perfeita.

FLASH BACK – Dica para quem não esquece a marca FM Canarinho: acesse o endereço canarinhoradioweb.com.br. Somente música; sem comerciais e, importante, poucas sertanejas. Uma espécie de rádio de bolso do proprietário. Sem fins lucrativos. Por enquanto.

NA OUTRA – Aos domingos continua a briga pela audiência de musicais flash back. Por tradição e/ou costume, Mega 94 leva vantagem em relação às demais.

IMPERA SOZINHO – O aniversariante de quinta-feira (8), o Cachopa, nas manhãs de sábado comanda audiência isolada com o Mistura brasileira, pela FM UCDB. Muito samba e notícias compõem uma receita que não teria como não dar certo.

GLORIOSA FIDELIDADE – Firme no roteiro elaborado para o Salve Jorge, a autora Glória Perez não se renderá aos apelos e comentários que pregam a continuidade de Carolina Dieckmann na trama. Afirma que Jéssica vai morrer como o previsto e o centro das atenções será o triângulo formado por Morena (Nanda Costa), Théo (Rodrigo Lombardi) e Érica (Flávia Alessandra.

Ana Hickmann abusa do merchanisingAna Hickmann abusa do merchanising
Personagem de Cláudia Raia é flagrada na fugaPersonagem de Cláudia Raia é flagrada na fuga

AUTORES PIRATAS – Galera chia e ‘reescreve’ a sinopse de Glória: ‘É um absurdo a Jéssica morrer. A Carolina Dieckmann está dando show. O certo seria ela conseguir fugir e se vingar daquela corja toda. Eles podiam pensar que ela estava morta e depois voltaria e entregaria todos eles’. Registrado o comentário do leitor.

CALIENTE – Colocando tinta sobre o tráfico de mulheres, Glória Perez projetou o aparente ganho fácil por parte de pretendentes a celebridades instantâneas, que acabam por se prostituir pelo mundo. A personagem Morena também será atraída pela cobiça e a novela ganhará novo impulso.
DANDO NO PÉ – Conforme o Starlounge em Salve Jorge, Lívia (Claudia Raia) teme que seu império vá por água abaixo depois de Russo (Adriano Garib) dar um tiro em Haroldo (Otaviano Costa) e a boate de Madri começar a ser investigada pela polícia. De malas prontas, ela se prepara para ir embora mas é surpreendida por um policial vê que Lívia está pronta para ir embora e lembra que ela não pode deixar o país. A cena vai ao ar nesta noite.

FIO DA NAVALHA – Transição e transação: que troca de vogais não cause estragos.

Férias de notícias nas rádios é mudança certa de estação
RETROSPECTIVA E PERSPECTIVA – Melhor spot de rádio em 2016, mensagem do 'paraguaio' para marca de tereré continua líder neste início de ano. QUE M – ...
Crise nos presídios e a crônica policial fora de contexto
BANDIDO BOM, BANDIDO MORTO – Redes de TV exibiram farto material sobre mortes em presídios de Manaus e Roraima. Ministro da Justiça convoca reunião d...
Para ouvintes julgadores, ordem judicial lida na íntegra
CANSATIVA NECESSÁRIA – No ‘Jornal da Sete’, FM UCDB, Paulo Yafusso leu íntegra da reversão da decisão de juiz que pede a preventiva de policial rodov...
Maioria das rádios ignora noticiário de fim de ano
NAS ONDAS DO RÁDIO – Alta temporada e o mundo para em algumas emissoras de rádios de Campo Grande. Noticiários meia boca para manter espaço e nada de...



A Ana Hikcmann não tem perfil de apresentadora, os sentimentos apresentados por ela são mais falsos que nota de R$ 19,00, a única interessante nela é a voz (sem falar na beleza) mas até esta é forçada. O lugar da Ana é na passarela
 
Helen Rangel em 09/11/2012 13:45:45
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions