A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016


  • De olho na TV
  • De olho na TV

    com Reinaldo Rosa


29/11/2013 09:20

Comunicação fora de estação

Edivaldo Bitencourt

ESPORTE FINO - A TV Brasil Pantanal vem se consolidando como o canal do esporte de Mato Grosso do Sul e, pelo segundo ano consecutivo, transmite a partida final do campeonato de voleibol adulto de Campo Grande. O evento acontece neste domingo (1), às 10h, no Ginásio da Mace, com transmissão, ao vivo, pelo viamorena.com.

Veja Mais
Profissionais de rádio se aventuram na internet
Horário engessado limita noticiário de emissora

FALANDO SÉRIO – Atentos ouvintes de rádio acusam a falta de domínio do correto português pronunciado por locutores. Empresários da comunicação delegam poder de decisão a um gerente de operações que, na maioria das vezes, tem apenas a preocupação de preencher espaços na programação; mesmo que o ‘animador’ tenha capacidade sofrível. Simples assim.

PRAGA QUE PEGA – Legisladores não habilitados que invadem emissoras através de aluguel de espaço (com dinheiro público) seguem o mesmo caminho. Quando em ação – no rádio ou na tribuna - é grande o nível de reprovação da aula de português. Singular e plural; água e óleo.

É GOL – Depois do rega bofe patrocinado pela CBF, o eleitor da entidade no Estado participa de apresentação do que será o campeonato de futebol no ano que vem, com parceria da TV Morena. Com plateia formada por público previamente determinado, nesta segunda-feira, a Assembleia Legislativa será palco do show que este esporte poderia proporcionar nos estádios.

BOA VIAGEM – “Para transmitir um jogo do campeonato no interior, tive de recorrer ao dirigente do clube da capital (interessado direto na transmissão) para obtenção de combustível“. Confidências de integrante da crônica esportiva, de Campo Grande.

FALTA MALÍCIA – Ao criar uma Comissão ‘Processante’, seus autores já demonstram do que estão a fim. O alvo fica na berlinda; qualquer erro é fatal. Auxiliares do prefeito, da capital, ao defenderem o chefe através de redes sociais – em pleno expediente - é municiar os adversários. Para estes, vale o que está escrito.

ARQUIVO DE PROJETOS – Olhando televisão do vizinho, vereador Eduardo Romero ‘criou’ o projeto Virada Cultural, para Campo Grande. Promoção já existente em São Paulo e Rio de Janeiro a indicação do nobre edil poderia, ao menos, citar o nome do verdadeiro autor da obra. Plágio de projetos e indicações já deu o que falar Brasil afora.

PELA ORDEM – Atuação do prefeito Alcides Bernal no rádio provocou a ira de vereadores que se sentiram prejudicados com a ação. Acionaram o Ministério Público sem convidar sindicato que poderia orientá-los sobre o fato. Empresários de comunicação foram acusados de permitir o trabalho de pessoas não habilitadas em suas emissoras de rádio. Estas duas observações feitas pelo sindicalista Cesar Moura deram o que falar.

DE QUÊ VALE TUDO ISSO – “Gente, que coisa, meninos se comportem. As emissoras de rádio do Mato Grosso do Sul, tem bons profissionais. Estive ai e gostei muito do que eu ouvi; rádio é isso mesmo em todo lugar do mundo e é mágico por causa disso. Em relação a bons ou maus profissionais temos que observar se é bom ou mau caráter. Não importa se é, ou não, pós graduado, doutorado, especialista nisso ou naquilo. 10, 20 ou 30 anos de profissão se for um mal caráter, como li, fora do ar, alguma coisa de errado existe com o mesmo. Que tal rever opiniões ou conceitos? Abraços desta humilde locutora do Paraná”. Cásia Moura Benites

FALA POVO – “Sr. Gilson Giordano, desculpe minha ignorância, mas o que é que tem a ver prostituição infantil com produção independente? Sim, é esse o nome, e mesmo que não fosse, o senhor poderia, por favor, explicar-me a relação entre uma criança (meninas geralmente entre 5 e 11 anos de idade) que é obrigada a se prostituir (vender o corpo, ter relações sexuais com pessoas adultas do sexo masculino na maioria das vezes), e uma mulher adulta, independente economicamente que quer ter filhos mas não quer se casar? Quer dizer que se uma mulher resolver ter filhos sem necessariamente ter um relacionamento, ela é prostituta, ou pode ser colocada no mesmo patamar? É isso mesmo? Não entendi o seu comentário, sinceramente”. Mériele Oliveira

AGENDA – Feijoada Vip, na Arena de mesmo nome, neste sábado com a presença do Neguinho da Beija Flor; informações do Cachopa e Nayara. Fone 9105 7711. Na segunda-feira a dica é o Roda Viva, pela TV Brasil Pantanal. Boa semana.

Profissionais de rádio se aventuram na internet
RÁDIO PRA QUEM QUISER – Amor ao rádio provoca mudança de tratamento no segmento; profissionais fora do escasso mercado radiofônico local ‘fundam’ as ...
Horário engessado limita noticiário de emissora
PLANO DE VOO – Segunda-feira, às 4h10, o ‘Plantão da Globo’ anuncia a queda do avião com a delegação do Chapecoense. Um minuto após, volta a exibição...
Crise afeta dízimo e vida de TVs de evangélicos
MILAGRE ECONÔMICO – Com a crise econômica nos últimos anos, os fiéis de igrejas evangélicas sumiram dos templos e murchou a principal fonte de pagame...
Jornalismo local está cada vez mais nas redes sociais
ASSISTINDO AGORA – Uma semana do novo ‘Tribuna Livre’, na Capital FM, com transmissão, também pelo Youtube. A novidade ainda não empolgou a linha de ...



Sr. Gilson Giordano (por questão de educação, pura e simplesmente), O senhor continua "falando" sem "dizer" coisa alguma.
Produção independente e prostituição são coisas bem diferentes, e simplesmente não se misturam, portanto, sua exemplificação é furada. A Xuxa é hoje rica e famosa, e muita gente sabe que nem sempre foi assim, entretanto, entre achar isso ou aquilo e provar alguma coisa, a conversa muda.
O senhor pode continuar achando o que quiser, mas, por favor, meça suas palavras para não escrever impropérios. Conheço mulheres que têm filhos de produções independentes (e isso não é problema) que são muito honestas e trabalhadoras, inteligentes, cultas, idôneas.
Acho que problema existe quando uma pessoa casa-se não por amor, mas por interesses financeiros, políticos, sociais, etc.
 
Mériele Oliveira em 02/12/2013 11:07:21
Rádio é talento, se fosse diferente não seria o rádio, talvez "jornalismo", com frases prontas, pontuação ajustada/ com pausas frias ao final de cada frase, sempre marcadas pelo simbolo da /divisão/! A emoção do rádio pode ser notada no jeito simples de falar "trem bão", "óia a hora", "nóis é formado mais é du mato" e por ai vai... Sabe porque grandes nomes destacam-se neste área? Porque são "simples"! Lembra da "Turma da maré mansa"?

Lembre-se caro editor, somos da geração Cabral, treinados pelos portugueses, jesuítas os quais "emprestaram" seu "português", pois tinham interesse em nos alienar com o velho discurso ofertando mais "educação", "saúde" sempre "rumo ao futuro"...

 
Aldemir Oliveira em 30/11/2013 10:34:16
Caro Juarez Mendel, primeiro obrigado pelo fato de o Srº saber do ditado que eu costumeiramente uso: "Sentado na praça dando milho aos pombos", isso é bom. Obrigado. Bem, em nenhum momento, eu externei aqui, que sou contra as prostitutas,mesmo porque é uma das mais antigas profissões e que agora está devidamente legalizada. disse que fui e sou contra, o fato da apresentadora que tem programa voltado para crianças e adolescente, falar abertamente que a filha dela era produção independente. Sou mesmo.ela não podia e nem devia incentivar dessa forma. Quanto à vaga de Papai Noel, caso o Srº saiba de uma, mas com ótimo cache, to na fita e não ficarei calado, mesmo porque eu acho que ainda falo bonito e muito bem e por isso tenho que falar e quanto ao seu problema particular, nada posso fazer!
 
Gilson Giordano em 29/11/2013 18:08:28
Srª (chique essa breviatura né?) Mériele Oliveira, respondendo a sua indagação tal como me pediu.. tentarei... eu na minha ignorância ACHO que, ela a Xuxa, Rainha dos Baixinhos, jamais deveria ou poderia ter ido à TV.. e falar em produção independente pra ter filho... apenas isso. É claro que uma mulher pode como existem milhões de casos, têm filhos mas sem marido ou sem pai (o que é humanamente ímpossivel). O que eu discordo dessa Senhora (Xuxa) é o fato dela ter ido à TV pra propalar essas prática. Apenas isso. Ela (Xuxa) na minha parca opinião, - continuo achando - foi uma das que mais contribuiu para a prostituição infantil. E tenho dito. Não mudo de opinião facilmente. Ela (in)deretamente incentivou as meninas a isso. Espero que minha resposta seja agora entendida pela Srª.
 
Gilson Giordano em 29/11/2013 10:31:31
O Sr. Gilson Giordano calado é um poeta! Meu Deus! Como gasta tempo escrevendo besteira. Por Favor Sr. Gilson continue dando milho aos pombos ou procure algo mais produtivo para fazer. Está chegando o Natal. Obviamente irão aparecer inúmeras vagas para Papai Noel, que tal abraçar uma delas? Sinceramente perdeu a sagrada oportunidade de fazer 1000 minutos de silêncio. Obs: sou filho de produção independente e minha mãe não é e nunca foi uma prostituta.
 
Juarez Mendel em 29/11/2013 09:36:53
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions