A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 20 de Fevereiro de 2017


  • De olho na TV
  • De olho na TV

    com Reinaldo Rosa


08/09/2014 10:39

Conquista de votos de evangélicos atrapalha profissionais da comunicação

Reinaldo Rosa

DIRETOS DA CAMPANHA – “Reduzir a carga tributária; incentivos fiscais para atrair indústrias; mas segurança, saúde e educação”. Vale a pena ouvir de novo tais promessas? Que não serão cumpridas? Ópera bufa no ar.

PODERIA CONTINUAR – Com vontade política a programação dos canais de televisão do Centro-Oeste, em consonância com o horário de Brasília, seria mais atrativa. Com tantos palavrões e baixarias das ‘atrações’ policiais no ar, a qualquer hora do dia, fica sem validade a tal censura por horário.

DE NOVO – Governador André Puccinelli deu entrevista ao Tribuna Livre, da FM Capital. Papo interessante com Sérgio Cruz e Marco Antonio Farias. Asseclas aplaudiram; adversários trocaram de estação. Ou voltaram a dormir. Efeitos de entrevistas.

FIM DE FÉRIAS - Após passar 45 dias em tratamento, Jô Soares volta ao ar nesta segunda-feira. Marco Antonio Vila fala sobre ‘Boatos’ em uma das três costumeiras entrevistas do programa. Com bom humor, o âncora comenta notas –sem sentido- de jornalistas afoitos e adeptos do chutômetro.

TOMA LÁ - O mercado para quem estuda ou trabalha em comunicação (televisiva, principalmente) caminha a passos largos para a sua completa destruição, graças à irresponsabilidade de autoridades. A ocupação religiosa nas emissoras de rádio e televisão é, a cada dia, mais impressionante, sob as vistas grossas daqueles que não têm o menor interesse em mexer com isso.

DÁ CÁ - Uma situação profundamente lamentável, onde se verifica apenas a preocupação em aumentar o número de votos, não importando a que preço e no que isto poderá significar para os profissionais da área como um todo. Estão tirando o pão dos trabalhadores.

ESTAMOS CHEGANDO - A falência da Rede CNT (São Paulo) é só mais um caso entre outros tantos já existentes e que não será o último. Esta é uma transgressão que só interessa ao meio político, graças à força que representa nas urnas. Comentários de Flávio Ricco, no Uol e que, um dia, poderá atingir repetidoras conhecidas em Mato Grosso do Sul.

Caso da primeira-dama hackeada passou batido
EMPODERADO II – Talmir Nolasco, outro personagem histórico do rádio de MS, ‘deu um tempo’ aos microfones. Depois de atuar na campanha eleitoral do PS...
Rádio local disputa espaço com futebol na TV fechada
EMPODERADO – Personagem da história do rádio sul-mato-grossense, Nivaldo Mota atualmente dedica o talento em outras ondas. Em tempo real, entrevista ...
TV e federação também bagunçam o futebol local
ISTO É PLANEJAMENTO – Cronista esportivo informa a próxima rodada do campeonato sul-mato-grossense de futebol: “...caso não haja alterações durante a...
Nas rádios, só 'programação sertaneja' parece obrigatória
VOCÊ SABIA? – Através do convênio MEC-Abert é estabelecido o tempo de veiculação de conteúdo educativo obrigatório na programação das emissoras. Segu...



Onde está a matéria do título "Conquista de votos de evangélicos atrapalha profissionais da comunicação"?
 
Cleider de Souza Costa em 08/09/2014 21:40:46
Com todo respeito ao Sr. Reinaldo Rosa, esta é uma das matérias mais toscas que eu já vi ser publicada nesse jornal. Afirmar que a única razão pela qual entidades religiosas mantêm programas de rádio e TV, ou até têm pleiteiam a concessão de canais, é a expectativa de votos, reflete uma opinião absolutamente desinformada e simplista da situação. Ainda que alguns visem a tal finalidade, é no mínimo desrespeitoso generalizar.
 
Josiany da Costa Maia em 08/09/2014 13:43:48
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions