A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 23 de Fevereiro de 2017


  • De olho na TV
  • De olho na TV

    com Reinaldo Rosa


20/05/2015 10:54

Contra fatos não há argumentos. Ou há.

Reinaldo Rosa

PIADA PRONTA – Peixes ornamentais e de espécies raras foram comprados por alguém. O aquário fica pra depois. Deu no rádio, em Campo Grande.

BRANDURA NÃO DÁ AUDIÊNCIA – Matéria de Maurício Ferraz para o ‘Fantástico’ ficou próxima de 20 minutos. Obedecendo a máxima de que ‘jornal não foi feito para dar boas noticias’, cabe ao acusado o ônus da prova. Dura lex sed lex. “Para os ricos, é dura lex sed latex. A lei é dura mas estica”, segundo Fernando Sabino.

ESCOLA DA BASE - A ex-secretária de Educação de Campo Grande, Angela Maria de Brito, divulgou nota esclarecendo não ser irmã do secretário de Infraestrutura, Valtemir Brito, conforme divulgado pela TV Morena. A emissora reparou o erro.

E AGORA – Emissoras de rádio da frequência AM lutaram para conquistar a faixa de FM. A Rádio Difusora, de Campo Grande, já opera na outrora cobiçada faixa. Resultados de audiência e qualidade de som demoram serem notados.

ÓH GLÓRIA – A generosidade de autoridades políticas continua; conhecidos líderes evangélicos continuam nadando de braçadas na lei de concessões radiofônicas. Ouvintes da baixada santista, em São Paulo, ficaram sem a emissora que melhor era sintonizada na localidade. A Rádio Eldorado AM foi convertida à ocupação religiosa nos meios de comunicação.

QUE CRISE - Economia do país vai mal; das igrejas evangélicas, não. Assumem a direção de emissoras e, em nome de terceiros, fazem a miscelânea de administrar diferentes repetidoras de TV –como acontece em Campo Grande- e, para autoridades públicas, “está tudo bem”. Radialistas e jornalistas que se lixem. Simples assim.

– “Praticamente toda a faixa AM, em São Paulo, tem como donos ou arrendatários, seitas religiosas das mais diferentes bandeiras, como num entregar de pontos ao poder do dinheiro de origem desconhecida e não declarado. O estrago observa-se com toda tristeza, está feito”, comenta Flávio Ricco.

E CÁ – A nota acima também vale para Campo Grande e todo o Mato Grosso do Sul.

Programa resgata causos do futebol regional
CONTA OUTRA – O futebol sul-mato-grossense – graças a alguns – vive na história do torcedor local. Jogadores, dirigentes e técnicos estão no ‘Conto d...
Público dando um show no futebol de MS
QUEM NÃO AJUDA – Domingo de ‘Comerário’ no Morenão. Se dependesse apenas dos torcedores, o futebol de Mato Grosso do Sul teria vida longa no cenário ...
Caso da primeira-dama hackeada passou batido
EMPODERADO II – Talmir Nolasco, outro personagem histórico do rádio de MS, ‘deu um tempo’ aos microfones. Depois de atuar na campanha eleitoral do PS...
Rádio local disputa espaço com futebol na TV fechada
EMPODERADO – Personagem da história do rádio sul-mato-grossense, Nivaldo Mota atualmente dedica o talento em outras ondas. Em tempo real, entrevista ...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions