A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 19 de Janeiro de 2017


  • De olho na TV
  • De olho na TV

    com Reinaldo Rosa


20/05/2015 10:54

Contra fatos não há argumentos. Ou há.

Reinaldo Rosa

PIADA PRONTA – Peixes ornamentais e de espécies raras foram comprados por alguém. O aquário fica pra depois. Deu no rádio, em Campo Grande.

Veja Mais
O espaço do futebol de MS nas emissoras locais
Pautas importantes passam batidas em noticiários locais

BRANDURA NÃO DÁ AUDIÊNCIA – Matéria de Maurício Ferraz para o ‘Fantástico’ ficou próxima de 20 minutos. Obedecendo a máxima de que ‘jornal não foi feito para dar boas noticias’, cabe ao acusado o ônus da prova. Dura lex sed lex. “Para os ricos, é dura lex sed latex. A lei é dura mas estica”, segundo Fernando Sabino.

ESCOLA DA BASE - A ex-secretária de Educação de Campo Grande, Angela Maria de Brito, divulgou nota esclarecendo não ser irmã do secretário de Infraestrutura, Valtemir Brito, conforme divulgado pela TV Morena. A emissora reparou o erro.

E AGORA – Emissoras de rádio da frequência AM lutaram para conquistar a faixa de FM. A Rádio Difusora, de Campo Grande, já opera na outrora cobiçada faixa. Resultados de audiência e qualidade de som demoram serem notados.

ÓH GLÓRIA – A generosidade de autoridades políticas continua; conhecidos líderes evangélicos continuam nadando de braçadas na lei de concessões radiofônicas. Ouvintes da baixada santista, em São Paulo, ficaram sem a emissora que melhor era sintonizada na localidade. A Rádio Eldorado AM foi convertida à ocupação religiosa nos meios de comunicação.

QUE CRISE - Economia do país vai mal; das igrejas evangélicas, não. Assumem a direção de emissoras e, em nome de terceiros, fazem a miscelânea de administrar diferentes repetidoras de TV –como acontece em Campo Grande- e, para autoridades públicas, “está tudo bem”. Radialistas e jornalistas que se lixem. Simples assim.

– “Praticamente toda a faixa AM, em São Paulo, tem como donos ou arrendatários, seitas religiosas das mais diferentes bandeiras, como num entregar de pontos ao poder do dinheiro de origem desconhecida e não declarado. O estrago observa-se com toda tristeza, está feito”, comenta Flávio Ricco.

E CÁ – A nota acima também vale para Campo Grande e todo o Mato Grosso do Sul.

O espaço do futebol de MS nas emissoras locais
TABELINHA – Consagrado cronista esportivo de Campo Grande ‘veste uniforme’ para entrar em campo. Durante (longuíssimos) dois meses, radialistas do mu...
Pautas importantes passam batidas em noticiários locais
FILHOS DA PAUTA – Muitos pauteiros de plantão não dedicaram uma linha para assunto digno de discussão. No país que tem a Educação cantada em prosa e ...
Férias de notícias nas rádios é mudança certa de estação
RETROSPECTIVA E PERSPECTIVA – Melhor spot de rádio em 2016, mensagem do 'paraguaio' para marca de tereré continua líder neste início de ano. QUE M – ...
Crise nos presídios e a crônica policial fora de contexto
BANDIDO BOM, BANDIDO MORTO – Redes de TV exibiram farto material sobre mortes em presídios de Manaus e Roraima. Ministro da Justiça convoca reunião d...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions