A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016


  • De olho na TV
  • De olho na TV

    com Reinaldo Rosa


03/10/2014 10:49

Eleições dominam expectativas em canais de comunicação

Reinaldo Rosa

ANOS LUZ - Cobertura das eleições pela FM Capital tornou-se sintonia obrigatória no rádio de Mato Grosso do Sul. 16 profissionais contratados no Estado proporcionarão informações cujas expectativas perdurarão até o final das apurações, neste domingo. Os reais objetivos do dial vão ao ar com competência e resultará em audiência maciça e certa.

Veja Mais
Profissionais de rádio se aventuram na internet
Horário engessado limita noticiário de emissora

TEM TAMBÉM – Na faixa de AM a Rádio Cultura, sob comando de Arthur Mário, dará especial atenção ao evento. Municípios não alcançados por emissoras de FM agradecem.

LÁ E CÁ – Assim como a rede Globo acompanha atentamente qualidade –e audiência- do jornalismo nas afiliadas do Centro-Oeste, no Rio de Janeiro acontece o mesmo. O ‘Bom Dia Brasil’ sofre os mesmos percalços da TV Morena. Resultado; divulgar índices de audiência não será mais preocupação principal da emissora. Simples assim.

EFEITO ARANHA – Seriado ‘Sexo as Negas’ não terá segunda edição, na Globo. Título escolhido por Miguel Falabella foi considerado ‘infeliz’ por diretores da emissora que alega, também, reclamações de entidades representativas e baixa audiência. Eufemismo para preconceito geral.

PIRULITO QUE BATE BATE – Debates na rede Globo –bem como nas demais- mostram que sevem apenas para uma coisa; fazer espectadores dormirem mais tarde. Atrações desse tipo viraram apenas parte da programação das emissoras.

NA BOCA DA URNA - ‘Aparelho excretor não reproduz’; ‘peça desculpas pelo que falou (sobre gays)’; ‘você não tem moral nenhuma’; ‘tu devias sair algemado se homofobia fosse crime’. “A rede Globo promove este debate com a finalidade de esclarecer e ajudar você, eleitor, na hora do voto’ (para presidente), afirmou Willian Bonner na noite de ontem. Então tá.

FAMOSO QUEM? – Em país em que os partidos políticos não têm representatividade e/ou ideologia, vota-se na pessoa do candidato. O (ou ‘a’) menos ruim se sobressai pelos erros de adversários e torna-se vencedora. Simples assim.

RISO DE MONALISA – Candidato Aécio Neves realçou a citação ‘relevantes serviços’ na carta de demissão de Paulo Roberto Costa, assinada pela presidente Dilma Rousseff. Pela carreira do ex-funcionário da Petrobras, conclui-se que, realmente, desempenhou tarefas com merecimento da frase; pisar na bola a posteriori, é outra discussão.

SOBE – Corre informação sobre aumento no número de assinantes de TV por assinatura. Chegará a 20 milhões, segundo cálculos de operadoras. Privilegiados telespectadores pagam para sintonizar os canais que todos sintonizam na TV aberta. Status é tudo

Profissionais de rádio se aventuram na internet
RÁDIO PRA QUEM QUISER – Amor ao rádio provoca mudança de tratamento no segmento; profissionais fora do escasso mercado radiofônico local ‘fundam’ as ...
Horário engessado limita noticiário de emissora
PLANO DE VOO – Segunda-feira, às 4h10, o ‘Plantão da Globo’ anuncia a queda do avião com a delegação do Chapecoense. Um minuto após, volta a exibição...
Crise afeta dízimo e vida de TVs de evangélicos
MILAGRE ECONÔMICO – Com a crise econômica nos últimos anos, os fiéis de igrejas evangélicas sumiram dos templos e murchou a principal fonte de pagame...
Jornalismo local está cada vez mais nas redes sociais
ASSISTINDO AGORA – Uma semana do novo ‘Tribuna Livre’, na Capital FM, com transmissão, também pelo Youtube. A novidade ainda não empolgou a linha de ...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions