A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 23 de Fevereiro de 2017


  • De olho na TV
  • De olho na TV

    com Reinaldo Rosa


10/02/2014 09:55

Finalidades conjecturais da comunicação

Reinaldo Rosa

VOLVER À DIREITA - O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Município do Rio de Janeiro e a Comissão de Ética da entidade se manifestaram contra a violação de direitos humanos pelas declarações da âncora Rachel Sheherazade durante o Jornal do SBT. Para a entidade ela violou o Estatuto da Criança e do Adolescente e fez apologia à violência quando afirmou achar que “num país que sofre de violência endêmica, a atitude dos vingadores é até compreensível”.

SEMPRE ELES - Em matéria da revista Rolling Stones, de acordo com levantamento divulgado no final do ano passado, pelo menos um terço dos 81 senadores e mais de 10% dos 513 deputados federais controlam canais de rádio ou televisão. Para burlar a lei (algo muito comum em corredores palacianos) colocam um preposto que agem em nome de suas vontades e discutíveis intenções. Simples assim.

A MÁQUINA - O uso político da comunicação é proibido pela Constituição. Como a concessão passa, necessariamente, por ingerências (ou amizades) políticas, empresários da comunicação abraçam solenemente a condição de porta-vozes de seus padrinhos. Obedecendo tais princípios temos as programações ‘de qualidade’ que estão no ar em emissoras de rádios e TVs em todo o território nacional.

VEJA BEM - CANAIS DE RÁDIO E TV NÃO É PROPRIEDADE PRIVADA, mas concessões públicas que não podem funcionar à revelia das leis. Um dos artigos da lei de habilitação destes serviços cita vedação da exploração da atividade com finalidades ‘de credo político, religioso (atenção), discriminação de raça, e orientação sexual, condição física ou mental ou de qualquer natureza’.

COMERCIAIS – Com a liberdade de uso da concessão pra finalidades comerciais, empresários da comunicação local abrem mão de equipe de vendas própria optando pela locação de espaço a entidades religiosas. Lucro em duas mãos de direção: recebem pelo aluguel e economizam (ou evitam) contribuições trabalhistas a potenciais profissionais.

SECOM – Ouvintes interessados em jornalismo radiofônico se sentem frustrados ao sintonizar certos programas de gênero. A falta de um analista categorizado que, de improviso, pudesse citar mazelas que –invariavelmente- estão por trás de determinados fatos citados. A mordaça do chefe locador impera.

RESERVA DE MERCADO – O crescimento de locação para atrações evangélicas em emissoras de rádio ou TVS locais atinge variante dicotômicas; a empregabilidade é atingida e a proibição de finalidades de credo político e/ou religioso (citado anteriormente) é ignorada. Igrejas estão certas nas busca do aumento do pastoreio (embora tenham endereço não ignorado para fazê-lo); errado é o flagrante desrespeito às leis de concessões por parte de ‘empresários’ da comunicação.

VC NA COLUNA – “Concordo no que se refere ao programa "Casos de Familia". Aquela apresentadora é chata pra caramba, o programa é chato, usam pessoas "humildes" no rídículo (não assisto mais). Agora, discordo em dizer que a Patricia (Abravanel) não tem carisma. Acho ela muito bonita, humilde, tem carisma sim e tá certo o Silvio Santos, a empresa é dele; nada mais justo que deixar a família participar, prefiro assistir os programas do SBT (menos Casos de Familia) ao invés do BBB. E pra finalizar, concordo também que as emissoras de rádios e televisão tenham programas evangélicos com músicas de adoração a Deus, mensagens edificantes. Os que são contra, tudo indica que preferem programas igual o Casos de Familia". Silvia Souza

VC NA COLUNA II - A televisão de uma forma geral vem perdendo a qualidade com o passar dos anos. O povo não quer programas educativos e com qualidade, preferem baixaria e programas sem conteúdo; lamentável! Como todos os canais, acabam imitando a rede Globo, a tendência é que isso só piore! Bom BBB 50 pra vcs! William Vilela

Programa resgata causos do futebol regional
CONTA OUTRA – O futebol sul-mato-grossense – graças a alguns – vive na história do torcedor local. Jogadores, dirigentes e técnicos estão no ‘Conto d...
Público dando um show no futebol de MS
QUEM NÃO AJUDA – Domingo de ‘Comerário’ no Morenão. Se dependesse apenas dos torcedores, o futebol de Mato Grosso do Sul teria vida longa no cenário ...
Caso da primeira-dama hackeada passou batido
EMPODERADO II – Talmir Nolasco, outro personagem histórico do rádio de MS, ‘deu um tempo’ aos microfones. Depois de atuar na campanha eleitoral do PS...
Rádio local disputa espaço com futebol na TV fechada
EMPODERADO – Personagem da história do rádio sul-mato-grossense, Nivaldo Mota atualmente dedica o talento em outras ondas. Em tempo real, entrevista ...



Gostaria de saber porquê o Sindicato dos Jornalistas do RJ ficou calado quando um professor universitário inacreditavelmente escreveu, com todas as letras, que a jornalista deveria ser estuprada. Podem investigar no site do Sindicato, não há nada lá defendendo a profissional desta ideia infame.

Provavelmente, o escritor de tal nota deve ter se esquecido de consultar o dicionário, pois compreender algo é diferente - e bem diferente - de aceitar ou de justificar algo, como no caso apontado pela excelente jornalista [uma das poucas, aliás].
 
Andreia Ferreira em 10/02/2014 17:35:36
Caros,

Sou leitor da coluna de vocês, mais sinto que levam os assuntos para o lado pessoal ao invés de debater a programação. Vamos ser mais profissionais. Reinaldo, chega de bobeira.

Abraços,


Reinaldo
 
Reinaldo Florentino em 10/02/2014 13:29:29
É fácil - pra quem tem o mínimo de boa vontade e consciência - perceber a forma tendenciosa e "suja" com que estão lidando com a polêmica opinião da jornalista Raquel Sheherazade, sempre querendo induzir o leitor/telespectador à condenação da jornalista, distorcendo suas ideias ao inserir ardilosas afirmações no conteúdo que tange o caso. Em tempo, aproveito para afirmar aqui minha admiração não recente e apoio a Raquel Sheherazade, como ótima profissional e cristã.
 
Rodrigo da Silva em 10/02/2014 13:20:10
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions