A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016


  • De olho na TV
  • De olho na TV

    com Reinaldo Rosa


27/01/2014 09:17

O stress de Fausto Silva

Reinaldo Rosa
O stress de Fausto Silva

CAINDO PELAS TABELAS - Equipe de produção do Domingão do Faustão está sem norte. Há algum tempo o programa dá sinais de cansaço - para quem faz e quem assiste - e não sinais de mudanças. Neste domingo foram aproximadamente duas horas gastando no bal bla bla com alguns dos componentes de Amor à Vida. E pensar que a Vídeo Cassetada é o 'gran finale' da atração.

Veja Mais
Horário engessado limita noticiário de emissora
Crise afeta dízimo e vida de TVs de evangélicos

COMO FICA - Em seu programa de rádio -com espaço alugado- vereador Alceu Bueno sempre reclamava das ações do prefeito da capital. Reclamava. O tempo passa e, como quem não chora não mama, ele dá dicas de que estar próximo de mamar nas tetas do governo municipal. Simples assim abençoados.

É A LEI - Profissional de rádio reclama -e diz nada poder fazer - contra formas trabalhistas nada dignificantes por parte de empresários da comunicação. Equilibrar-se com os pés em duas canoas é o mínimo que se tem a fazer para continuar na atividade neste Mato Grosso do Sul. Sobrevivência literal é isso.

TÁ DIFÍCIL - Programadores de rádios locais estão em busca de inspiração na atividade de todos os dias. Com programação baseada 'no gosto popular' (como classificam) diferenciar-se é objetivo quase impossível. 100% sertanejo cansou e a mistureba com pagode, funk e etc foi a saída encontrada por uma delas. E concorrentes seguem o mesmo caminho de sempre; o da mesmice. Dá-lhe gaita.

CADASTRO - O programa pioneiro produzido pela TV Guanandi é o telejornal Guanandi Notícias [1] veiculado a partir de dia 23 de janeiro [2] de 1990 [3]. Em 21 [4] anos [5] de existência, e desde 2002 faz parte da FIC [6], Fundação Internacional de Comunicação [6], que pertence à Igreja Internacional da Graça de Deus [7], fundada pelo missionário Romildo Ribeiro Soares [8]. Há informações segundos as quais programas regionais terão maior incremento neste ano.

ECOS - Meu Mato Grosso do Sul, pela TV Morena, parece que tem produção que ouve as reclamações de espectadores. Como parte da (ainda) retrospectiva apresentada no sábado, musicais foram ao ar em sua íntegra. Torçamos para que, na volta às atividades deste ano, também aconteça o mesmo.

COMO SEMPRE - Aline (Vanessa Giácomo) está com tudo pronto para fugir do país. E Ninho [9] (Juliano Cazarré) não está nos planos da vilã. A víbora pede para os dois aproveitarem o tempo juntos antes de irem para o aeroporto. Ele se deixa ser amarrado na cama e não percebe que ela esconde uma faca. Com sangue frio, Aline crava uma faca na barriga de Ninho e não se contenta com apenas um golpe. "Estou indo. Vou trancar a porta por fora. Você vai apodrecer aqui sozinho, Ninho. Aproveita, é o teu túmulo. Adeus, babaca", diz a morena. Vai ao ar nesta segunda-feira.

VC NA COLUNA - "Esta conversa de fechar escolas para investir no futebol em MS é ridícula e é bom lembrar que, no passado, o futebol era respeitado com clubes que realmente disputavam em campo com grandes torcidas os embates nos estádios, uma beleza. Hoje em MS parece que estamos anestesiados ou comprometidos com alguma situação invisível que só os críticos da situação enxergam. Quanto aos dirigentes, e principalmente a figura de Cesário, devem ser respeitados e não enaltecidos como deuses. Ele cumpriu seu papel com maestria conseguiu, pelo menos, reenquadrar os times de MS em novo perfil com patrocinadores nacionais e locais, mas deve ficar no mundo do futebol , talvez na CBF e, não como alguns acham, não tem característica político partidário, sem chance e sem paixão". (Roberto Wolf)

SEM FEMINISMO - As melhorias no Centro de Oncologia de Corumbá não podem ser luta apenas da Rede Feminina de Combate ao Câncer da cidade. Junte-se a ela.

Links:
------
[1] http://pt.wikipedia.org/wiki/Guanandi_Not%C3%ADcias
[2] http://pt.wikipedia.org/wiki/23_de_janeiro
[3] http://pt.wikipedia.org/wiki/1990
[4] http://pt.wikipedia.org/wiki/21
[5] http://pt.wikipedia.org/wiki/Ano
[6] http://pt.wikipedia.org/w/index.php?title=Funda%C3%A7%C3%A3o_Internacional_de_Comunica%C3%A7%C3%A3o&action=edit&redlink=1
[7] http://pt.wikipedia.org/wiki/Igreja_Internacional_da_Gra%C3%A7a_de_Deus
[8] http://pt.wikipedia.org/wiki/Romildo_Ribeiro_Soares
[9] http://gshow.globo.com/novelas/amor-a-vida/personagem/ninho.html

Horário engessado limita noticiário de emissora
PLANO DE VOO – Segunda-feira, às 4h10, o ‘Plantão da Globo’ anuncia a queda do avião com a delegação do Chapecoense. Um minuto após, volta a exibição...
Crise afeta dízimo e vida de TVs de evangélicos
MILAGRE ECONÔMICO – Com a crise econômica nos últimos anos, os fiéis de igrejas evangélicas sumiram dos templos e murchou a principal fonte de pagame...
Jornalismo local está cada vez mais nas redes sociais
ASSISTINDO AGORA – Uma semana do novo ‘Tribuna Livre’, na Capital FM, com transmissão, também pelo Youtube. A novidade ainda não empolgou a linha de ...
Rádios locais praticamente ignoram produção premiada
FAMOSO QUEM – Almir Sater e Renato Teixeira estão incluídos em pequeno nicho de emissoras de Mato Grosso do Sul que executam suas músicas na programa...



Tenho certeza quanto mais ,o nosso final de semana for baseado em faustao e sua video cassetada ,quem ganha com são as tvs por assinatura,porque vai ser chato assim la na tv aberta .
 
robson silva em 28/01/2014 17:48:14
Dos anos 1990 até o início dos anos 2000 as rádios ainda prestavam. Tinha a Radio Ativa, a Capital 95 e a Canarinho 94 . Lembro dos aguardados CD´s que as rádios lançavam , tenho os meus até hoje ... Depois que a Rádio Ativa foi vendida , ocorreu um declínio total em todas as FM, que passaram a tocar basicamente sertanejo universitário e se esqueceram do resto. Hoje ouço basicamente a Uniderp 103 que é mais eclética e a 104, que tem ótimo gosto musical ... O resto tá devendo ...
 
Rogério da Paixão em 28/01/2014 15:42:08
Convém não confundir strees com a soberba e arrogância do gordo.
 
Ricardo Piazza em 27/01/2014 21:29:27
A salvação seria a proibição de participantes dos meios de comunicação, servirem de trampolim para se tornarem políticos. Os meios de comunicação, hoje, estão divirtuando totalmente suas funções, que seria dar informações (mas verdareira e a partidárias) e de entretenimentos a população. Outro ponto vergonhoso são as Igrejas, principalmente as evangélicas, hoje tem uma em cada esquina, trabalham arduamente seus integrantes para comprar espaços na mídia e fazer também com que seus membros se destaquem e sejam políticos, para servirem a Cristo ? Claro que não, disvirtuam e tão somente em defesa de seus interesses pessoais. Haja visto o número de "evangélicos" hoje em cargos políticos e públicos.
 
antonio pereira em 27/01/2014 12:04:25
Infelizmente acabo tendo que recorrer ao pen drive e ao Tunein... As rádios de Campo Grande deixam muito a desejar na grade musical, com repeteco de sertanejo. Cadê as mudanças... ou até, se for o caso, franquia com rede de rádios, como é o caso de outras capitais? O mercado publicitário sofre com isso.
 
GILSON DE OLIVEIRA CANO em 27/01/2014 10:21:16
Concordo com vc em relação a programação de rádio em Campo Grande. Realmente as rádios se perderam em estilo musical. Ouço apenas uma FM pq as outras tocam pouca musica e muita propaganda. E o pior é que qdo toca só toca musica comercial. Não se ouve outro estilo. Acho que esta na hora das rádios começarem a perceber que propaganda e falação de locutor demais não agrada ouvinte. Tem hora que vc passa por todas FMs e só uma toca música o resto propaganda e falação.
 
adalto tessari em 27/01/2014 09:56:48
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions