A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 23 de Fevereiro de 2017


  • De olho na TV
  • De olho na TV

    com Reinaldo Rosa


04/06/2014 09:21

Picarelli, Siufi e outros saem do ar

Reinaldo Rosa

CONTAGEM REGRESSIVA – A partir de dez de junho (terça-feira) é vedado às emissoras de rádio e de televisão transmitir programa apresentado ou comentado por candidato escolhido em convenção. Aumento da mesmice em emissoras de AM e entram em campo substitutos do baixo clero da programação televisiva local. Caras novas no ‘Mais dos Mesmos’.

SEM TETOS LIVRES – Nesta quinta-feira é o último dia para a Justiça Eleitoral disponibilizar aos partidos políticos a relação de candidatos possíveis devedores de multa eleitoral, a qual embasará a expedição das certidões de quitação eleitoral. A lei eleitoral (9.504/97) não faz referência –em especial- a atuais legisladores invasores de áreas públicas. Óh! Glória.

BLOCOS NAS RUAS – Apresentadores inquilinos de emissoras de rádio e TVs locais voltam à cena dia seis de julho. Nesta data poderão se esgoelar pelas ruas e na internet em busca de votos que tentaram cabalar com programas de qualidade duvidosa. Para dizer o mínimo.

O RETORNO. OPS – Ainda é acanhado o movimento na busca de estúdios e produtoras de áudio visual para a campanha eleitoral deste ano. Sem coligações definidas, futuros candidatos não têm com quem negociar suas aparições no vídeo e inserção do currículo no rádio. Em 19 de agosto começa o infalível horário político reservados aos partidos. De baixa audiência, diga-se.

CONCORRÊNCIA – Significativo aumento de espectadores e espectadoras da TV por assinatura resultará em maior gasto de sola de sapatos dos candidatos. Passada a ressaca da Copa da Fifa eleitores serão disputados a tapas durante o pleito sem maiores escrúpulos e preocupações com baixarias.

ILHA DE EDIÇÃO – Vitima da rede Globo em manipulação de debate com o então candidato Fernando Collor de Melo, Lula chiou e não levou, em 1989. Nem virou nome de lei eleitoral. Nas próximas eleições emissoras de TV –e/ou rádio- poderão editar conteúdos com trucagens em participações de candidatos, partidos e coligações. Zorra total para quem tem bala na agulha e no banco. Brasil, sil, sil.

SE A ELEIÇÃO FOSSEM HOJE – A ópera bufa das pesquisas eleitorais –no rádio e TV- sofrerá leve ajuste no enredo. Terá divulgação proibida nos 15 dias que antecedem pleito. Diminui o tempo das sempre presentes mancadas do Ibope no evento.

DEU A CESAR – Anúncios FM Capital na mídia impressa recebeu significativo salto de qualidade. Após observações da coluna (e, certamente, não por isso), dirigentes da emissora elegeram a Remat como responsável por sua imagem. Óh Nair, não mais.

ESTREOU BEM - O programa ‘Entre Livros’ de terça-feira (3) apresentou o poeta e contista Elias Borges de Campos, vice-presidente da União Brasileira de Escritores – Seção Mato Grosso do Sul. O programa dedicado à produção literária é exibido às 19h na TV Brasil Pantanal com apresentação de Luciana Gabas e Genival Mota, que recebem escritores e pesquisadores para um bate papo literário descontraído.

Programa resgata causos do futebol regional
CONTA OUTRA – O futebol sul-mato-grossense – graças a alguns – vive na história do torcedor local. Jogadores, dirigentes e técnicos estão no ‘Conto d...
Público dando um show no futebol de MS
QUEM NÃO AJUDA – Domingo de ‘Comerário’ no Morenão. Se dependesse apenas dos torcedores, o futebol de Mato Grosso do Sul teria vida longa no cenário ...
Caso da primeira-dama hackeada passou batido
EMPODERADO II – Talmir Nolasco, outro personagem histórico do rádio de MS, ‘deu um tempo’ aos microfones. Depois de atuar na campanha eleitoral do PS...
Rádio local disputa espaço com futebol na TV fechada
EMPODERADO – Personagem da história do rádio sul-mato-grossense, Nivaldo Mota atualmente dedica o talento em outras ondas. Em tempo real, entrevista ...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions