A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016


  • De olho na TV
  • De olho na TV

    com Reinaldo Rosa


02/08/2013 09:56

Quem fala o que quer no rádio

Reinaldo Rosa
Quem fala o que quer no rádio

CAUSA E EFEITO - O presidente da OAB/MS, Júlio Cesar Souza Rodrigues, recebeu, nesta quarta-feira, o presidente do Sindicato dos Radialistas e Publicitários Profissionais - Sintercom/MS-, Lúcio Maciel. O sindicato anunciou à seccional que está fazendo análise de atuação de políticos nos veículos de comunicação no estado e, por sua vez, a Ordem dos Advogados anunciou assessoramento para a pauta de reivindicações dos radialistas a ser apresentada junto ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE/MS).

Veja Mais
Radialistas e suas relações perigosas
Profissionais de rádio se aventuram na internet

JOIO E TRIGO - Programação da religião católica pelo rádio está afeta à Cúria Metropolitana que já existia como entidade gestora. Atrações voltadas ao público evangélico se dão por conta da falta de vontade -ou iniciativa- de empresários da comunicação que têm no aluguel de espaço a cômoda forma de vender sua grade publicitária.

FALA POVO - Minha gente, não devemos esquecer que rádio e TV são concessões publicas. Vai uma pergunta: se é concessão pública, como essas empresas vão parar nas mãos de Igrejas católicas e evangélicas de todo o país? (RODRIGO NASCIMENTO ANTUNES)

O OVO OU A GALINHA? - Católicos têm concessões para exploração de emissoras de rádio. Evangélicos -e outros segmentos religiosos- alugam-no.

ENQUANTO DER - O empresário Clemêncio Ribeiro, durante determinado período, manteve um programa de rádio, na capital. O citado período foi enquanto duraram suas contínuas eleições para vereador; banido pelo eleitorado -e sem verba para publicidade parlamentar- a 'atração' saiu do ar. Simples assim. Nóis é do mato mas nóis não é bobo.

DIREITO DE RESPOSTA - Teor desta coluna foi enviado aos vereadores que mantém programas de comunicação eletrônica para manifestarem-se. Não houve resposta "até o fechamento desta edição", como diriam alguns coleguinhas.

SONHO MEU - Mulher humilde foi 'premiada' com o bolo de aniversário sorteado em programa de TV, comandado por parlamentar do estado. Aplicou tudo de si para fazer a melhor festa de 15 anos da filha, pois além do bolo teria a presença da 'nobre excelência'. Na casa alugada para o evento não compareceram o bolo nem o visitante ilustre.

FALA POVO II - "Sem querer defender os políticos, pelo contrário. É preciso também agir contra essa festa de locação de horário em rádio para igrejas, principalmente as "emergentes" ou criadas de última hora. Também nesse festival de anúncio do fim do mundo, supostos pastores, diáconos, presbíteros e outros serventes do dono da igreja, se atrevem como "noticiaristas" lendo jornais ou sites. Tudo correndo ao Deus dará, estufando o bolso dos donos de rádio (e estes) nem aí com quem estiver ouvindo. Volto a lembrar que o despertar do Ministério do Trabalho, Anatel, MPF, Receita Federal e outros com certeza conserta o vício. (AVELINO NETO)

MESTRE E CÁTEDRA - Leitor conhecedor e apreciador do português corretamente falado nas ondas do rádio manda recado aos novos apresentadores. "Na FM Uniderp que é laboratório, o apresentador do "noticiário" disse que em Campo Grande fazem 22 graus. Será que não tem um professor pra ensiná-lo que é faz 22 graus? Não defendo os políticos de forma alguma, alias detesto, mas também vamos eliminar os profissionais ruins. Verbo fazer é impessoal quando empregado no sentido de tempo passado" ensina Gilson Giordano.

CENAS QUENTES - Félix (Mateus Solano) foi exposto diante de toda a família, quando Edith (Bárbara Paz) mostrou as fotos do executivo com seu amante. Paloma (Paolla Oliveira), apesar das desconfianças sobre a orientação sexual do irmão, sempre desmentiu as fofocas dos outros.

Radialistas e suas relações perigosas
RELAÇÕES PERIGOSAS – O apresentador e agora vereador eleito Lucas de Lima emposta a voz na sua porção de conselheiro matrimonial. No programa noturno...
Profissionais de rádio se aventuram na internet
RÁDIO PRA QUEM QUISER – Amor ao rádio provoca mudança de tratamento no segmento; profissionais fora do escasso mercado radiofônico local ‘fundam’ as ...
Horário engessado limita noticiário de emissora
PLANO DE VOO – Segunda-feira, às 4h10, o ‘Plantão da Globo’ anuncia a queda do avião com a delegação do Chapecoense. Um minuto após, volta a exibição...
Crise afeta dízimo e vida de TVs de evangélicos
MILAGRE ECONÔMICO – Com a crise econômica nos últimos anos, os fiéis de igrejas evangélicas sumiram dos templos e murchou a principal fonte de pagame...



Reinaldo Nascimento: Eu conheço bem os apresentadores da Uniderp FM, acredite. Erros são cometidos sim, mas "exemplo de horror e comicidade" não seria exagero?

O noticiário é o Uniderp Notícias, e é feito por estudantes que estão aprendendo ainda (ou começando a aprender) a falar no rádio, controlar o nervosismo, trabalhar a dicção e entender como funciona na prática um noticiário e/ou um programa de rádio.

Quem é que começa já em estado de perfeição?
 
Mériele Oliveira Pereira em 14/08/2013 14:19:57
O mal informado é você Lucio Maciel, Alcides Bernal e Picarelli compram seus horários sim. E existe muita coisa que não é ilegal Lucio, mas é Imoral. Pense nisso caro amigo e não tente ser Presidente do CREA...
 
Alexandre Ribeiro em 05/08/2013 09:49:32
EÉÉÉ, minha gente eu fico lendo aqui essa coluna, e vejo que existe um bate boca geral sobre o assunto, só que vejo também que nunca li aqui uma opinião de um Radialista, vejo um monte de "ninguém" "Reinaldo Nascimento" quem é qual radio? "Eduardo Neve"fala onde? "Jonas Tralli" nunca vi falar? "Lucio Maciel" famoso quem? qual o prefixo dele? eu adoro esse veiculo de comunicação encantador, e tudo isso que estão comentado aqui, um erro aqui outro ali, isso tudo faz do rádio o que ele é. SIMPLES. não adianta querer elitizar o rádio que nunca deu certo e nunca dará. o radio como tudo, é feito de erros acertos e concertos, tens uns que sabem corrigi o erro e ainda fazer graça, e o povo gosto, outros tentam corrigir e se complicam ainda mais, são as diferenças que faz a magia do radio.
 
Rodrigo Nacimento antunes em 04/08/2013 19:19:20
religião, nas rádios e TVs que são concessões publicas, só se faz verdade para aumentar seus seguidores e logicamente seu (caixa) porem maior injustiça que alem de comprarem as TVS e horários com esses rendimentos ainda estão livres de impostos e ai a pergunta porque igreja não paga imposto ?? ?? ??
 
antonio rocha em 04/08/2013 14:12:48
Língua Portuguesa não se aprende na universidade. Já deveria ser bagagem obrigatória desde o ensino fundamental. Tudo isso é reflexo de uma educação de base precária, que com certeza, não serão cursos de ensino superior que irão corrigir. Erros nós encontramos em toda mídia, inclusive nessa coluna que se ocupa em apontar dos deslizes alheios.
 
Jonas Tralli em 04/08/2013 11:21:21
Mériele, vc precisa ouvir mais os apresentadores da rádio UNIDERP, um exemplo de horror e comicidade, tem um noticiário que um dos apresentadores chega a repetir várias vezes uma frase, para conseguir mais ou menos acertar A LEITURA do português, isso é fato e é rotineiro.
Realmente, é uma vergonha (não é só na UNIDERP).
 
Reinaldo Nascimento em 03/08/2013 19:50:58
1 - O Bernal, o Cazuza, o Picarelli, são profissionais de comunicação há décadas. O último deve ter de profissão o que eu tenho de vida. Ganharam fama sendo bons profissionais e só depois partiram pra política. O Bernal liderou por 20 anos a audiência do rádio no MS. Não "pagam horário no rádio ou na TV usando verba parlamentar". Ao contrário, atraem muita verba de publicidade para os veículos onde atuam. Nossa ação não vai abranger profissionais de comunicação reconhecidos pela sociedade e habilitados pela legislação vigente.
2 - Disputei apenas uma vez. Sou hoje o 2º suplente a vereador do PT. Tem 800 servidores concursados do Estado na Prefeitura e vice-versa, permitido pela Lei. A Badeca e o Ben Hur estão na mesma situação. Sou concursado. Você está mal informado, Alexandre Ribeiro.
 
Lúcio Maciel em 03/08/2013 19:47:39
Qto ao português dos radialistas e apresentadores (tv morena tbém), chega a ser cômico, falam totalmente errado, vergonhoso e cômico.
Os apresentadores das rádios escolas UCDB e UNIDERP, não sabem pronunciar nomes (ler) de pessoas conhecidas, desconhecimento total, alheios ao mundo e querem se declarar estudantes de jornalismo.
 
Reinaldo Nascimento em 03/08/2013 19:42:37
Prezado Reinaldo Rosa,

Tenho acompanhado a questão debatida na sua coluna e no facebook com relação aos políticos apresentadores. Acredito que no momento que formos moralizar uma coisa devemos moralizar as outras também. Questão 1. Bernal (politico e apresentador) nunca foi citado na coluna, Cazuza (politico e apresentador) também, não. Utilizam de seus programas para politicagem, só para isso; Questão dois: Sindicato: Lucio Maciel (Engenheiro Civil), eterno candidato e funcionário publico (do Bernal). Adianta moralizar só um lado? ou temos que debater todos os aspectos? Parabéns pela coragem e pela coluna. Seu fã. Alexandre
 
alexandre ribeiro em 03/08/2013 12:24:32
o nobre comentarista citou aqui o "possível" erro na conjugação do verbo fazer pela programação do rádio UNIDERP, porém, não salientou sobre os erros gramaticais do programa "café com Blink" (creio que não preciso citar a sintonia radiofônica); Eu até enviei uma mensagem para a rádio, pedindo para que se não conseguissem ensinar a menina (não me recordo o nome, porém acredito ser estagiária) que ao menos a retirassem dos microfones, pois é um absurdo a forma com que a mesma emprega a Língua Portuguesa; Pois, eu tento ensinar meus filhos a falarem corretamente, e um dia escutando o programa no rádio, me perguntaram porque eu não iria até o rádio e corrigisse a assassina da gramatica. Fiquei com vergonha. Como não a retiram do programa, parei de ouvir a Blink.



 
Linden Lane Braga Werner em 03/08/2013 00:30:51
Infelizmente, o jornalista Gilson se equivoca - e, FEIO - ao afirmar na nota MESTRE E CÁTEDRA - que "Na FM Uniderp que é laboratório (...) Será que não tem um professor pra ensiná-lo que é faz 22 graus? (...)". Embora tenha caráter educativo, a referida emissora (assim como as demais do gênero) utiliza em determinadas situações a produção acadêmica, porém, ela não é comandada ou sequer tema maior parte da sua programação realizada por acadêmicos e professores dos cursos de comunicação. Estes fazem utilização de espaços, tal qual a Lei que regulamenta estas emissoras educativas determina. Seria interessante que este senhor, habitué comentarista da coluna, se informasse melhor antes de criticar de forma pouco producente o futuro profissional. Caso de "dor de cotovelo" aguda!
 
Eduardo Neve em 02/08/2013 18:22:12
Concordo com a Meriele Pereira: este senhor comenta esta coluna praticamente em todas as suas edições e em todos os seus comentários não há algo sequer positivo de ser extraído...Aliás, salvo engano, o próprio dono da coluna já respondeu a este senhor com alguns "passa foras"...Isto me leva a pensar que, de duas uma: ou ele se ressente de não ter formação superior nesta área...Ou que tenta ser empregado nas referidas rádios que tanto desmerece...Qual das duas será? Sem falar que aparentemente sobra tempo ao ex-editor do saudoso Diário do Pantanal...Fica dica: invista o seu tempo melhor, nobre jornalista prático.
 
Zeleme Teuto em 02/08/2013 17:41:03
Prezado Reinaldo Rosa

Acompanho sua coluna e gosto das suas pontuações, porém hoje li o texto "MESTRE E CÁTEDRA" e gostaria de salientar que existe um equívoco. O "Uniderp Notícias", que é o jornal laboratório do curso de jornalismo da Anhanguera Uniderp está de férias no momento. Quando é apresentado pelos alunos vai ao ar de segunda a sexta as 18h00min. A previsão do tempo é sempre no futuro e padronizada e não usamos o verbo "fazer" como o Sr. Gilson Giordano afirma. No decorrer da programação as apresentações não são responsabilidade do curso de jornalismo. Estamos sempre abertos a críticas e sugestões, porém acho que ocorreu certo exagero por parte da declaração do Sr. Gilson. Conto com sua compreensão. Grande abraço.
 
Mériele Oliveira Pereira em 02/08/2013 14:18:20
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions