A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 18 de Janeiro de 2017


  • De olho na TV
  • De olho na TV

    com Reinaldo Rosa


16/10/2013 09:30

Rádio esnoba notícia em tempo real

Reinaldo Rosa

ASSINALE ALTERNATIVA CERTA – O futebol é composto de três resultados. No Estado, dirigentes de equipes não concordam e, em caso de derrota, é decretada a demissão do técnico. Cumpra-se. I la nave va. Al fondo.

Veja Mais
Pautas importantes passam batidas em noticiários locais
Férias de notícias nas rádios é mudança certa de estação

NO LUGAR ERRADO – A intervenção intempestiva (pra dizer o mínimo) do presidente do Operário, Toni Vieira no programa esportivo da Capital AM, mostrou disfunção de função.

PESQUISA ÓBVIA – Campo Grande foi foco de pesquisa que a coloca como primeira capital brasileira em número de obesos, conforme divulgado no Fantástico, da rede Globo. Enquete desnecessária; resultado estava na cara. E na barriga; é só olhar.

FALA POVO – “Na minha opinião, Campo Grande tem campo par a implantação de um rede de rádios voltada ao jornalismo, com o estilo da CBN. Seria um diferencial em relação ao que chamamos de ‘jornal tendencioso’, onde há influência política. É só os empresários de comunicação e agências de publicidade se atentarem para isso. Nem só de música e política vive uma cidade. Vive também de informação. Pronto; falei. Gilson de Oliveira Cano

LOUCOS POR NOTÍCIAS – Campo Grande foi considerada a capital de maior número de jornais impressos do mundo, na década de oitenta. Publicações para todos os gostos –e gêneros- viviam a custas do erário público. O advento da internet e sites próprios dos poderes tirou a maioria de circulação; poucos que sobraram ecoam boletins oficiais.

MUNDO AQUI –A profusão de informação colaborou para transformação de hábitos em quem faz da notícia um de seus objetivos diários. Além de Band News, G1, Folha OnLine, sites nacionais e locais o rádio jornalismo do Estado cresce e aparece. Mesmo com o cuidado de não estremecer relações com poderes constituídos.

ESPERANDO GUNOT – A imprensa escrita, falada e televisada fez estardalhaço em pautas que envolveram a, então possível comissão processante e o prefeito da capital. Durante a respectiva sessão apenas os sites ficaram em cima do fato em tempo real. Noticiários de TV mantiveram candidamente o aguardo de entrada no ar em seus horários. Emissoras de rádios tiveram a mesma postura; oportunidade perdida para registro de considerável aumento de audiência. Saudade da CBN. E dá-lhe gaita.

FALA POVO II – “Sempre leio a opinião dos colunistas e também seus exageros em relação a fatos corriqueiros e sem muita importância. Com tanta coisa acontecendo neste país de meu Deus, muitos comentários são repetecos do que pensam os próprios leitores, mas é bom que continuem buscando objetividade e novidades como às vezes acontece. Particularmente em relação a este colunista, acho que tenta e até consegue mostrar o que significa o rádio ainda hoje. Concorre com meios moderninhos de informação e deixa um recado de mais qualidade que o lixo eletrônico que ronda a todos. Caprichem em suas colunas; esqueçam o Festas que é um achado para seu apresentador que leva direitinho a mensagem a que se propõe”. Roberto Wolf

ENCONTRO NO MESMO HORÁRIO – Não se entende porque a maioria dos noticiários radiofônicos vão ao ar no mesmo horário –pela manhã-. A faixa de AM reserva boas surpresas; RC 360, na Rádio Cultura, é uma delas. Equipe própria e bom aproveitamento da Rádio Web proporcionam informativo completo.

MARINHO VS EDIR – Domingo Espetacular, da rede Record, deitou e rolou da polêmica moralista envolvendo cenas de sexo frontal exibidas no Amor e Sexo, da Globo. Independentemente de conceitos e opiniões, a velha briga entre as redes continua. Pauta surrada que em nada colabora para aumento da qualidade do que ambas exibem.

MAL QUE SE ACABA – Dirigentes da rede Globo juram que esta é a última temporada de Amor e Sexo. Ainda bem. As risadas forçadas da apresentadora para intervenções sem graça de integrantes da bancada de jurados é um chute no SAC (Serviço de Atentado ao Consumidor).

Pautas importantes passam batidas em noticiários locais
FILHOS DA PAUTA – Muitos pauteiros de plantão não dedicaram uma linha para assunto digno de discussão. No país que tem a Educação cantada em prosa e ...
Férias de notícias nas rádios é mudança certa de estação
RETROSPECTIVA E PERSPECTIVA – Melhor spot de rádio em 2016, mensagem do 'paraguaio' para marca de tereré continua líder neste início de ano. QUE M – ...
Crise nos presídios e a crônica policial fora de contexto
BANDIDO BOM, BANDIDO MORTO – Redes de TV exibiram farto material sobre mortes em presídios de Manaus e Roraima. Ministro da Justiça convoca reunião d...
Para ouvintes julgadores, ordem judicial lida na íntegra
CANSATIVA NECESSÁRIA – No ‘Jornal da Sete’, FM UCDB, Paulo Yafusso leu íntegra da reversão da decisão de juiz que pede a preventiva de policial rodov...



A equipe de esporte da Rádio Capital é difícil de entender, o novato repórter Tiago Farias foi para o face, se despediu da equipe chorou, recebeu o apoio do colega de equipe, Ramão Cabreira, que também em solidariedade ao amigo, escreveu que estava decepcionado, com a equipe, que sonhou uma coisa e foi outra, reclamou que comeu marmitex no estádio, reclamou que não tem salário, enfim um verdadeiro fiasco, no outro dia os dois estavam no programa de esporte, quem que entende esse povo? o que quer esse povo? qual é a desse povo?. choraram reclamaram da fome, mas continua lá. Poxa não sabia que a Rádio Capital deixava seus funcionários assim largado, comendo marmitex no estádio, que coisa mais sem graça.
 
jaime novaes em 17/10/2013 19:47:38
Eu jamais poderia imaginar que um dia "amor e sexo" fosse tão ruim.
 
Rodrigo Lerias em 16/10/2013 11:24:50
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions