A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 19 de Fevereiro de 2017


  • De olho na TV
  • De olho na TV

    com Reinaldo Rosa


07/09/2016 09:04

TVs locais: sempre se pode piorar o que está ruim

Reinaldo Rosa

TVi – A TV Guanandi, sob direção declarada de vertente religiosa, nunca primou pela qualidade ao telespectador. A ‘mudança’ de nomenclatura, logomarca e direção de programação, estreada nesta segunda-feira, anuncia mais do mesmo; com retrocesso.

QUANDO ENTRAR SETEMBRO – Das quatro atrações inseridas em anúncios de jornal e na própria emissora, ‘Feliz da Vida’ é o destaque. Revista de variedade apresentada por Glaura Villalba e Carlos Arakaki tem jornalismo leve e de fácil digestão, própria do horário.

SEGURA A PEONA – Lia Mayo apresenta o ‘Programa Lia Mayo’ à procura de um estilo. Com o tempo, certamente adotará a forma adequada de apresentadora; oratória de cantora em shows ao vivo não se coaduna com estúdios de TV.

RETORNO, A MISSÃO – Deputado Maurício Picarelli (PSDB) não abriria mão do maior trunfo que o elege em repetidas campanhas eleitorais a que se submete. ‘Maurício com você’, em emissora com novo apelido é a novidades que morre por aí. Trocaram as moscas.

NADA ENGRAÇADO - A chamada atração ‘escada’ (programa que antecede outro), invariavelmente, objetiva prender o espectador frente à TV. Osmar Bastos não merece ter a ‘qualidade’ de espectadores apreciadores de ‘Vídeos Engraçados’ antes do programa que apresenta. Interessados em agronegócios são inteligentes.

NÃO ESTAMOS NEM AÍ - A inabilidade na direção de emissora de TV por parte da Fundação Internacional de Comunicação joga a cultura para um grau inferior. Fatiar (termo da moda) o ‘Band News TV’, trocando comentários de Ricardo Boechat por ‘Vídeos Engraçados’, mostra a que veio a tal ‘TVi’.

QUALIDADE É TUDO - A TV Interativa, operando nos canais 13 VHF e 21 UHF digital, Twitter e Facebook, ousa informar que terá doze horas de programação exclusiva com conteúdo local. É esperar para ver o que vem pela frente. Audiência é apenas um detalhe. Para alguns.

CORTA PRA MIM – José Luiz Datena continuará fazendo suspense para a principal reportagem policial e a deixará para o final do programa. E, como nos tempos da TV Guanandi, a TVi cortará a citada matéria, sem a menor cerimônia – ou educação –, privando os espectadores de Campo Grande da tão decantada atração da Band.

PIADAS PRONTAS – Um personagem noticiando que ”um executivo da Ôas (sic) foi preso...”, um apresentador anunciando que “nesta segunda-feira, a partir das 15 horas da tarde” mostram que humor tem hora e local. Interagindo com o telespectador.

PALANQUE - "O objetivo (da TVi) é fortalecer e valorizar a identidade do Mato Grosso do Sul, divulgar as belezas e dar voz à população", diz o deputado e apresentador Maurício Picarelli.

Caso da primeira-dama hackeada passou batido
EMPODERADO II – Talmir Nolasco, outro personagem histórico do rádio de MS, ‘deu um tempo’ aos microfones. Depois de atuar na campanha eleitoral do PS...
Rádio local disputa espaço com futebol na TV fechada
EMPODERADO – Personagem da história do rádio sul-mato-grossense, Nivaldo Mota atualmente dedica o talento em outras ondas. Em tempo real, entrevista ...
TV e federação também bagunçam o futebol local
ISTO É PLANEJAMENTO – Cronista esportivo informa a próxima rodada do campeonato sul-mato-grossense de futebol: “...caso não haja alterações durante a...
Nas rádios, só 'programação sertaneja' parece obrigatória
VOCÊ SABIA? – Através do convênio MEC-Abert é estabelecido o tempo de veiculação de conteúdo educativo obrigatório na programação das emissoras. Segu...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions