A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 19 de Janeiro de 2017


  • De olho na TV
  • De olho na TV

    com Reinaldo Rosa


07/09/2016 09:04

TVs locais: sempre se pode piorar o que está ruim

Reinaldo Rosa

TVi – A TV Guanandi, sob direção declarada de vertente religiosa, nunca primou pela qualidade ao telespectador. A ‘mudança’ de nomenclatura, logomarca e direção de programação, estreada nesta segunda-feira, anuncia mais do mesmo; com retrocesso.

Veja Mais
O espaço do futebol de MS nas emissoras locais
Pautas importantes passam batidas em noticiários locais

QUANDO ENTRAR SETEMBRO – Das quatro atrações inseridas em anúncios de jornal e na própria emissora, ‘Feliz da Vida’ é o destaque. Revista de variedade apresentada por Glaura Villalba e Carlos Arakaki tem jornalismo leve e de fácil digestão, própria do horário.

SEGURA A PEONA – Lia Mayo apresenta o ‘Programa Lia Mayo’ à procura de um estilo. Com o tempo, certamente adotará a forma adequada de apresentadora; oratória de cantora em shows ao vivo não se coaduna com estúdios de TV.

RETORNO, A MISSÃO – Deputado Maurício Picarelli (PSDB) não abriria mão do maior trunfo que o elege em repetidas campanhas eleitorais a que se submete. ‘Maurício com você’, em emissora com novo apelido é a novidades que morre por aí. Trocaram as moscas.

NADA ENGRAÇADO - A chamada atração ‘escada’ (programa que antecede outro), invariavelmente, objetiva prender o espectador frente à TV. Osmar Bastos não merece ter a ‘qualidade’ de espectadores apreciadores de ‘Vídeos Engraçados’ antes do programa que apresenta. Interessados em agronegócios são inteligentes.

NÃO ESTAMOS NEM AÍ - A inabilidade na direção de emissora de TV por parte da Fundação Internacional de Comunicação joga a cultura para um grau inferior. Fatiar (termo da moda) o ‘Band News TV’, trocando comentários de Ricardo Boechat por ‘Vídeos Engraçados’, mostra a que veio a tal ‘TVi’.

QUALIDADE É TUDO - A TV Interativa, operando nos canais 13 VHF e 21 UHF digital, Twitter e Facebook, ousa informar que terá doze horas de programação exclusiva com conteúdo local. É esperar para ver o que vem pela frente. Audiência é apenas um detalhe. Para alguns.

CORTA PRA MIM – José Luiz Datena continuará fazendo suspense para a principal reportagem policial e a deixará para o final do programa. E, como nos tempos da TV Guanandi, a TVi cortará a citada matéria, sem a menor cerimônia – ou educação –, privando os espectadores de Campo Grande da tão decantada atração da Band.

PIADAS PRONTAS – Um personagem noticiando que ”um executivo da Ôas (sic) foi preso...”, um apresentador anunciando que “nesta segunda-feira, a partir das 15 horas da tarde” mostram que humor tem hora e local. Interagindo com o telespectador.

PALANQUE - "O objetivo (da TVi) é fortalecer e valorizar a identidade do Mato Grosso do Sul, divulgar as belezas e dar voz à população", diz o deputado e apresentador Maurício Picarelli.

O espaço do futebol de MS nas emissoras locais
TABELINHA – Consagrado cronista esportivo de Campo Grande ‘veste uniforme’ para entrar em campo. Durante (longuíssimos) dois meses, radialistas do mu...
Pautas importantes passam batidas em noticiários locais
FILHOS DA PAUTA – Muitos pauteiros de plantão não dedicaram uma linha para assunto digno de discussão. No país que tem a Educação cantada em prosa e ...
Férias de notícias nas rádios é mudança certa de estação
RETROSPECTIVA E PERSPECTIVA – Melhor spot de rádio em 2016, mensagem do 'paraguaio' para marca de tereré continua líder neste início de ano. QUE M – ...
Crise nos presídios e a crônica policial fora de contexto
BANDIDO BOM, BANDIDO MORTO – Redes de TV exibiram farto material sobre mortes em presídios de Manaus e Roraima. Ministro da Justiça convoca reunião d...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions